*A cidade foi escolhida para receber o MEC por ter o maior número de casos de Dengue em cada 1 mil habitantes

Estudantes de duas escolas da rede municipal de ensino de Três Pontas, receberam nesta quinta-feira (07), representantes do Ministério da Educação (MEC) que vieram verificar a mobilização da comunidade escolar no combate ao mosquito Aedes aegypti. A visita aconteceu justamente no Dia Mundial da Saúde, porque a cidade foi escolhida juntamente com outros 223 municípios prioritários, por ter o maior número de casos de Dengue em cada 1 mil habitantes.

Os visitantes, a diretora de Políticas de Educação para Juventude Cláudia Veloso Torres Guimarães, que é trespontana e o diretor do Campus Varginha da Universidade Federal de Alfenas (Unifal), Paulo Roberto Rodrigues chegaram cedo na Secretaria Municipal de Educação, acompanhados do vereador Francisco Botrel Azarias (PT). Lá, eles foram recepcionados pelos funcionários e conheceram como funciona a educação no Município.

Já nas visitas em loco, eles começaram primeiro na Escola Municipal Cônego Vitor e tiveram a companhia do vice-prefeito Érik dos Reis Roberto. No pátio, assistiram a uma divertida peça teatral da turma do professor Glauber Reis da Escola Municipal João de Abreu Salgado que prendeu a atenção das crianças. Caracterizado do mais temido mosquito, ele e seus alunos conseguiram mostrar às crianças, que é preciso manter os quintais limpos, nunca deixar água parada em qualquer recipiente, por menor que seja e, permanecer em vigia constante. Duas turmas do 4º ano apresentaram o Cordel da Dengue e a música “Com a Dengue não se brinca”.

As crianças da Escola Municipal José Vieira de Mendonça, a Escola Agrícola, fizeram uma atividade aos convidados no bairro Jardim das Esmeraldas e depois visitaram as creches Cônego Francisco Catumbi e Dona Anita, nos bairros Antônio de Brito e Santana.

De acordo com a diretora do MEC Cláudia Veloso, os ministérios da Educação e da Saúde fizeram um pacto e estão mobilizando as comunidades e as escolas das redes estaduais e municipais, contra a proliferação do mosquito transmissor da Dengue, Chikungunya e Zika Vírus. “Estas três doenças estão assolando o País e a gente sabe que só através da educação, é capaz de fazer uma grande campanha de mobilização”, afirmou.

O Ministério da Educação está lançando um prêmio para as cidades que estão envolvidas, a exemplo de Três Pontas, para produzir um vídeo institucional. As inscrições podem ser feitas no site do MEC. “Durante esta semana, de 04 a 09 de abril, os técnicos saem do Ministério para visitar as cidades”, acrescentou.

O diretor da Unifal Paulo Roberto está atendendo a um pedido do MEC, apoiando a ida dos técnicos às cidades de Três Pontas e Alfenas.

03

A partir da mobilização de vários órgãos no combate ao mosquito, várias escolas de Três Pontas estão promovendo passeatas, palestras, eventos e mobilizações com a comunidade, otimizando a ação efetiva no tratamento/eliminação de locais que acumulam água, a fim de combater o transmissor da Dengue e de outras doenças, a partir da participação ativa dos alunos em atividades educativas.

COMPARTILHAR

Comentários