Por Louí Jordan

Mais uma vez essa pergunta foi feita, dessa vez a tarefa de responder era do Bayern. O palco era o estádio Allianz Arena em Munique, no jogo de ida das semifinais da liga dos campeões. Os primeiros minutos de jogo foram protocolares, pressão alta de ambas as equipes e um jogo mais truncado e sem espaços.

A partir do décimo quinto minuto o Madrid começou a dominar o campo ofensivo oferecendo uma envolvente troca de passes até ser contra golpeado, James deixou Kimmich em boa situação de finalizar e com raríssimo espaço pelo corredor direito fez 1 a 0 para os donos da casa aos 27 minutos. Aparentemente o gol abalou o time espanhol, o Bayern iniciou um bom arsenal de jogadas pelo lado esquerdo com Ribery, o francês perdeu a oportunidade de ter ampliado o placar.

Quando a equipe da Baviera vivia seu melhor momento no primeiro tempo e já esperava o intervalo, uma jogada que parecia não dar em nada resultou no gol de empate, depois de ótima virada de jogo de Sergio Ramos para Carvajal, o lateral não titubeou e cruzou de primeira com a cabeça para a entrada da grande área onde se localizava Ronaldo que tentou dominar e não obteve êxito, a bola sobrou para Marcelo no lado esquerdo que finalizou com maestria igualando o marcador aos 43 minutos.

Na etapa complementar os alemães sabiam que precisavam de um melhor resultado e por isso partiram para cima, foram criando chances atrás de chances, mas a maioria delas parava no arqueiro Madridista, Navas estava se redimindo das possíveis críticas que o primeiro gol poderia lhe render. A ofensividade dos bávaros que criava um volume grande, se rompeu aos 11 do segundo tempo, após tentativa de bola parada no campo ofensivo, los blancos aproveitaram o erro de passe de Rafinha que colocou Asesnsio em uma boa opção de marcar o gol e virar o marcador para 1 a 2, o jovem espanhol que entrou no lugar de Isco não teve nenhuma dificuldade e triunfou diante do bom goleiro Ulreich.

O placar adverso não fez o Bayern mudar seu estilo e sua proposta de jogo, Benzema que entrou no lugar de Carvajal teve a chance de marcar o terceiro, mas não conseguiu. Lewandowski que não fez boa partida também desperdiçou uma boa oportunidade no final. Embora Ronaldo não tenha feito uma grande partida e o time de Munique ter perdido o primeiro round, nada está decidido nesse duelo, talvez para muitos o resultado mais justo seria o empate. Como futebol e justiça nem sempre falam a mesma língua, o Madrid agradece e abre uma ligeira vantagem e favoritismo para o último e derradeiro round rumo a cidade de Kiev.

Jogo de ida: Bayern 1×2 Madrid (26/04)

Jogo de volta: Madrid x Bayern (01/05 ás 15:45 horário de Brasília)

Ponto Positivo

Mais uma grande partida de Marcelo, o lateral esquerdo brasileiro de 29 anos fez seu terceiro gol no mata-mata dessa liga dos campeões. Titular absoluto do time de Zidane, o lateral mostrou novamente seu poder de decisão e crescimento em jogo grande.

Ponto Negativo

O atacante Robben se lesionou logo nos primeiros minutos de jogo, o Holandês é peça fundamental no ataque e na construção de jogadas ofensivas do Bayern. Quando o camisa 10 saiu para a entrada de Thiago Alcântara sabia-se que o esquema seria modificado e os alemães ficariam mais fracos sem sua estrela.

 

 

COMPARTILHAR

Comentários