A pouco mais de uma semana, a TDI Máquinas Agrícolas concluiu os cursos de capacitação, manutenção e operação das Colhedoras Electron, que são realizados anualmente pela empresa. É ela quem custeia todas as despesas, desde o translado e alimentação dos participantes na cidade, até a hospedagem, durante três dias.

Antes dos funcionários das propriedades rurais começarem a colheita do café, todo ano já é de praxe, os patrões enviarem seus operadores para receberem as mais diversas orientações, sobre as colheitadeiras fabricadas pela TDI e tem a oportunidade de, na teoria e na prática, conhecerem e ampliarem conhecimentos em diversos assuntos, fundamentais para a vida profissional e até pessoal.

Este ano, os cursos que duraram uma semana, contaram com profissionais de Minas Gerais, das regiões do Sul de Minas, Triângulo, Alto Paranaíba, do estado da Bahia e Alto Mogiana no interior de São Paulo.

No meio de tanta gente vinda de várias regiões do país, estavam também profissionais que trabalham na Cocatrel e atendem os filiados da cooperativa. Eles também se reciclam e atualizam sobre os cuidados que devem ter com a máquina, que oferece um produto de maior qualidade, colhido com mais rapidez e acima de tudo, uma economia indispensável para os produtores, que em tempos de crise, precisam mecanizar o café para garantir renda. Sem falar na segurança, conforto e tranquilidade que as máquinas da TDI oferecem aos operadores.

Equipe da TDI em Três Pontas
Equipe da TDI em Três Pontas

Na conclusão do curso, antes da despedida, o gerente regional da TDI no Sul de Minas Adalíndio Eduardo Pontes apresentou todos seus colaboradores. Chamou todos à frente e os colocou a disposição para o que precisar. Divulgou o 0800 que aceita ligações a partir de aparelhos celulares e deixou algumas mensagens interessantes. “Que eles não deixem de serem parceiros dos patrões, pensem bem antes de aceitarem outras propostas só porque participaram do curso e continuem se atualizando”, orientou Adalíndio.

O presidente do grupo Abdias Eduardo Pontes, que cuida da sede da07 empresa em Araguari, no Triângulo Mineiro, durante todos os dias fica em Três Pontas e participa de todas as atividades e disse que não gosta que ninguém saia com dúvidas, por isto respondeu algumas que ainda surgiram, mesmo da avaliação que eles se submetem, antes da entrega dos certificados.

Os cursos terminaram com um belo almoço, acompanhado de um delicioso churrasco, ao som da música de Vagner Marx e Dioninho.

02

COMPARTILHAR

Comentários