Um dos primeiros lugares que os romeiros visitam sempre no dia 23 de setembro, Aniversário de Morte de Padre Victor é a Mina que fica no bairro Vila Marilena. Muitos fiéis além de tomar a água, lavam o rosto, a cabeça e levam para casa em galões e garrafas pet’s.

Na manhã desta terça-feira, a missa celebrada no Parque Muli Uso no bairro Vila Marilena, reuniu dezenas de romeiros que chegaram cedo para fazer suas orações. Foi este o horário de maior movimento registrado no local.

Bem mais organizada do que nos anos anteriores, a Guarda Civil Municipal (GCM) organizou uma fila para controlar a chegada dos fiéis até as torneiras da Mina, abaixo de uma enorme imagem do Venerável Padre Victor.

Grande número de voluntários servem café na Mina do Padre Victor. Donativos são arrecadados da população
Grande número de voluntários servem café na Mina do Padre Victor. Donativos são arrecadados da população

Uma barraca montada no parque, serve água, café, pão, leite, suco e tudo o que a população doa para receber bem os romeiros. De acordo dona Maria Aparecida Batista, desde a 5 horas da manhã, os voluntários trabalham para atender os visitantes. “Todo mundo que chega aqui é atendido, toma café e sai alimentado”, disse ela. Algumas pessoas do bairro juntam durante meses garrafas pet e doam para que os devotos possam levar a água abençoada para casa.

DSC03111-001O senhor Francisco Madaleno de Jesus (59), veio de Santo Antônio do Amparo, no sul de Minas. Junto com a esposa e dois amigos, Francisco vem a 22 anos em Três Pontas, sempre no feriado de Padre Victor. Quando perguntado pela Equipe Positiva se já recebeu alguma graça, ele logo responde que é o Venerável responsável por tudo de bom que acontece na vida dele e de sua família, por isto, faz questão de agradecer todos os anos.

COMPARTILHAR

Comentários