* Mulher, mãe do menino que não denunciou o ex-marido chorou ao ver ele ser preso

O pai que agrediu o filho de apenas 4 anos de idade foi preso na tarde desta segunda-feira (03), dentro do Fórum Dr. Carvalho de Mendonça em Três Pontas. O caso que ganhou repercussão e a Policia Militar da região se mobilizou para prender Glenan Messias de Almeida Pereira. O rapaz de 26 anos vinha aos fins de semana visitar a ex-mulher no bairro Bela Vista. Ele ficava escondido, pois, estava foragido da justiça a um bom tempo.

No domingo, dia 26 de janeiro, o menino foi agredido por ele, mas a mãe não o denunciou temendo que ele fosse preso. O caso só foi descoberto depois que a PM recebeu um chamado no PAM dando conta que havia dado entrado no serviço de saúde, uma criança que teria sido agredida e estava com ferimentos por todo o corpo e no rosto. Ao ver o crime chegar ao conhecimento da polícia, a mãe se revoltou. Primeiro, mentiu que havia feito a denúncia ao Conselho Tutelar. Depois, revelou que sabia que se eles descobrissem o que Glenan teria feito com a criança, certamente ficaria preso, já que ele é um foragido, com passagens por furtos e roubos.

Glenan se mudou para Belo Horizonte assim que soube da repercussão do caso. Ele voltou em Três Pontas para participar de uma audiência de outro crime que ele responde. Foi onde a juíza doutora Aline Cristina Modesto da Silva constatou que ele estava sendo procurado. Uma viatura que estava fazendo patrulhamento preventivo na área central foi até o fórum e fez a prisão dele. Os militares aguardaram terminar a audiência e depois prenderam o rapaz. O acusado  estava acompanhado da ex-mulher, que chorou ao ver o pai do seu filho sendo preso novamente. No quartel ele permaneceu em silêncio e depois foi levado para a Delegacia de Policia Civil. (Informações Policia Militar)

COMPARTILHAR

Comentários