A Secretaria de Assistência Social e a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), se uniram nesta quarta-feira (29), para comemorar o Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência em Três Pontas.

Uma passeata formada por estudantes e integrantes dos projetos sociais desenvolvidos pela Assistência Social chamou a atenção no centro da cidade. O movimento saiu ao lado da Prefeitura, desceu a Praça Tristão Nogueira, chegou na Praça Cônego Vitor e, em frenta a Matriz houve apresentações. Os meninos e meninas que compõem a Banda da Apae tocaram e os deficientes que participam de projetos dançaram, em frente a escadaria na Matriz D’Ajuda. Nem mesmo o sol desanimou a turma, que assentados acompanharam duas crianças que plantar uma árvore na praça.

O Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência, foi escolhido em 21 de setembro por ser o Dia da Árvore e a proximidade com a Primavera, numa representação do nascimento das reivindicações de cidadania e participação plena em igualdade de condições.

A tarde, no Centro de Convivência do Idoso de Três Pontas foi realizada uma palestra ministrada pela diretora da APAE Maria Rozilda Gama Reis, explanando quais são os direitos, leis das pessoas com deficiência e quais as ações a serem desenvolvidas nas Casas das Famílias – CRAS I e II. Ao explanar sobre direitos e deveres, Rozilda explicou que apesar de em alguns livros constar a palavra “portadoras”, atualmente, defini-se somente “pessoas com deficiência”.  Fatores como esse são essências para uma maior conscientização por parte da população, além de ressaltar a importância e direitos de todos.

01

 

COMPARTILHAR

Comentários