A Prefeitura de Três Pontas entregou oficialmente neste domingo (11), a obra de revitalização do Distrito do Pontalete. A inauguração com direito a show de Paulinho Veronezi, contou com a presença de autoridades do Município, trespontanos e turistas, que já desfrutam de uma grande infra estrutura.

A obra recebeu recursos em 2009, anunciados como um grande investimento para o turismo pela ex-prefeita Luciana Ferreira Mendonça, mas foi concluída apenas agora, pelo prefeito Paulo Luis Rabello (PPS). O cerimonial registrou que quando a Administração assumiu em 2013, a obra estava em andamento, porém, foram encontradas diversas inúmeras dificuldades na execução e a principal era o alto valor empenhado. Foi preciso recorrer à justiça para reabrir o processo para outra empresa assumisse o serviço, possibilitando preço justo e respeito ao dinheiro público.  A partir daí, o investimento foi de R$ 441.439,51, que foram aplicados pela Vinhas Oliveira Engenharia na revitalização na conclusão do Campo de Futebol que tem 6.700 metros quadrados, com iluminação, alambrado e vestiário.

Na revitalização do Pontalete foram mais R$318.947,08. Logo na chegada, as pessoas avistam um enorme portal na entrada. Ao entrar pelo Distrito, percebem que as ruas estão com placas informativas e seus respectivos nomes e um novo paisagismo. Os quiosques, ancoradouro, um Centro de Atendimento ao Turista, sanitários, palco, chuveiro na orla já podem ser utilizados. A orla recebeu o nome de Maria de Lourdes Silva Martins, esposa do “Seu Deca”, um dos moradores mais antigos do Pontalete. O nome dela foi dado através de um Decreto do Poder Executivo.

A Praça Dona Cinoca onde fica a Igreja do Mártir São Sebastião, recebeu nova pintura e está mais bonita e aconchegante. A empresa responsável pelo serviço foi a JLV Construtora.

Prefeito se despede criticando obra inacabadas

O prefeito Paulo Luis Rabello (PPS) fez seu último discurso em inauguração destacando a austeridade e valorização do dinheiro público que teve sua Administração. Sua expectativa é que a nova gestão siga este exemplo austero da continuidade do trabalho feito por ele e sua equipe, considerando que o governo populista que o dele não foi, é o que rege a causa do mais necessitado, sem aparecer na televisão para ficar bonito.”Administrar com austeridade, requer a sabedoria do saber dizer não quando é necessário, mesmo que ele não reverta nenhum voto”, afirmou o prefeito. Ele disse que muitas vezes foi mal interpretado em suas ações, porém, continua em paz com seu travesseiro, com a consciência tranquila que todos os seus atos foram pensados de forma que a cidade de Três Pontas ganhasse.

Sobre a obra do Distrito do Pontalete, é uma das cinco inacabadas, porém, inaugurada às pressas na corrida eleitoral em 2012, quando não se teve menor consideração pelo suor do trabalho dos contribuintes. Ele repetiu denúncias de que na gestão passada houveram muito desvio de dinheiro dos cofres públicos.

Lembrou de forma clara, que está deixando em construção duas creches, nos bairros Padre Vitor e no Eldorado, uma sede do CRAS e a reforma do Centro Cultural. “Não consideramos justo o acelerar dos descerramentos de placas apenas ampara deixar nossos nomes registrados em obras inacabadas. Nos preocupamos em deixar condições concretas para a continuidade destas obras e que um dia, o povo recorde além de nomes impressos que, existiu em Três Pontas, um prefeito de pouco riso.

Durante o show de Paulinho Veronezi que marcou a inauguração da Orla, o artista homenageou Paulo Luis cantando a música Amigo de Roberto Carlos. Quando dava sinais de que a apresentação estava no fim, Veronezi surpreendeu e chamou o prefeito. Emocionado, espontaneamente foi abraçado por amigos em ato de agradecimento e reconhecimento pela sua atuação frente ao Poder Executivo pela segunda vez.

COMPARTILHAR

Comentários