Em uma das sessões mais curtas do ano, os vereadores votaram cinco propostas constantes da ordem do dia. A reunião de segunda-feira (2), a primeira do mês de dezembro, transcorreu sem debates, já que os Projetos foram bem discutidos durante as comissões temáticas.

O primeiro trabalho da noite foi a apreciação do Projeto de Lei nº 108 que institui a ampliação da utilização do Diário Oficial dos Municípios do Estado de Minas Gerais, instituído e administrado pela Associação Mineira de Municípios – AMM, como um dos meios oficiais de publicação do Município de Três Pontas, como sendo o diário oficial e imprensa oficial do Município, bem como, facultar a utilização do sítio eletrônico da Prefeitura Municipal de Três Pontas como imprensa oficial da Administração Pública Direta. Em seguida, foi aprovado o Projeto de Lei nº 113 do Executivo Municipal que objetiva adequar o orçamento de 2013 visando a abertura de crédito especial na ordem de R$90 mil com a finalidade de possibilitar a aquisição de um veículo destinado à assistência á saúde, através do Convênio nº 182/2013 celebrado junto à Secretaria de Estado da Saúde.

Na sequência veio o Projeto de Lei nº 115, que também busca adequar o orçamento de 2013 visando a abertura de crédito especial na ordem de R$35 mil com a finalidade de possibilitar a aquisição de um veículo destinado à assistência à saúde, através do Convênio nº 256/2013 celebrado junto à Secretaria de Estado da Saúde.

Os dois últimos, de autoria da vereadora Valéria Evangelista, buscam na verdade, uma correção. O Projeto de Lei nº 020 que altera o artigo 1º, “b”, da Lei Municipal nº 197, de 1º de abril de 1954. A proposição  tem por finalidade alterar a lei municipal corrigindo distorção existente, especialmente no tocante à extensão da via pública denominada Rua dos Expedicionários. Situação semelhante ocorre com o Projeto de Lei nº 021/13 que tem por finalidade denominar “Travessa das Flores” a rua que tem início na Avenida Ipiranga e término na Rua dos Expedicionários, do Bairro Centro, nesta cidade. A vereadora explicou ser uma correção, já que ficaram duas ruas com o mesmo nome havendo duplicidade de numeração e outros problemas para recebimentos de encomendas. Já em relação à Travessa das Flores, Valéria justificou que não existia lei denominando a via e por isso continua com o mesmo nome. “Foi apenas um acerto”, completou a legisladora, afirmando ser uma antiga reivindicação dos moradores daquela região.

Vereadores destacam ajuda de deputados para Três Pontas

Durante o pequeno e o grande expedientes, os vereadores aproveitaram para ressaltar o empenho de alguns deputados para nosso município. O vice-presidente da Câmara, vereador Luis Carlos da Silva, disse estar satisfeito com o resultado da viagem que fez a Brasília, juntamente com o presidente Sérgio Eugênio Silva e o vice-prefeito Erik dos Reis Roberto. Segundo Luis Carlos foram conseguidas Emendas no valor de R$900 mil para a Santa Casa no próximo ano e mais R$600 mil para a Prefeitura e uma patrol. As visitas aos gabinetes renderam bons frutos, disse o vereador. Sérgio Silva por sua vez também enfatizou os resultados positivos da viagem, informando que foram muito bem recebidos e notaram o interesse dos deputados visitados em ajudar Três Pontas.

Vitor Bárbara salientou a resposta de um ofício enviado ao deputado estadual Carlos Pimenta, onde solicitou a vinda de uma unidade de mamógrafo móvel para o município. Em resposta, o deputado informou ter solicitado ao Coordenador do Programa Viva Mulher no Estado de Minas Gerais, Sérgio Bicalho, que viabilize o pedido. Já Valéria Evangelista anunciou ter recebido correspondência no mesmo teor do secretário de Estado deputado Bilac Pinto, também garantindo às “Amigas Guerreiras de Três Pontas” que está encaminhando pedido para que Três Pontas seja atendida com o mamógrafo móvel e um fixo.

A próxima sessão acontece na segunda-feira, dia 9 de dezembro às 18h30.

COMPARTILHAR

Comentários