Como não foram presos em flagrante, eles responderão o processo em liberdade

A Polícia Civil já identificou e ouviu os dois acusados de terem esfaqueado o jovem Edmar Bueno Vicente de 25 anos. Ele estava na Rua Nossa Senhora d’Ajuda, no centro de Três Pontas, na madrugada do último domingo (14), quando foi encontrado caído com vários ferimentos nas costas e na cabeça. Ao todo foram 10 golpes.

Assistindo as imagens de um circuito de segurança que registrou a tentativa de homicídio e com informações repassadas por populares, os policiais civis chegaram aos dois suspeitos, sendo que o que teria dado as facadas é um menor de 16 anos, já conhecido da polícia. Ele estava acompanhado por um jovem de 19 anos. Este último é que teria chutado a cabeça da vítima. Depois que foram identificados eles se apresentaram na Delegacia de Três Pontas nesta quarta-feira (19), acompanhados de advogado.

O menor disse em depoimento que estava em um baile funk em uma casa noturna na Rua Nossa Senhora D’Ajuda. Por volta das 2:20 quando saiu para ir embora, encontrou com o colega (o jovem de 19 anos). Eles desciam sentido centro e foram chamados pela vítima duas vezes, que seguia bem atrás. Quando se virou percebeu que o rapaz estava bastante embriagado. Eles se cumprimentaram, a distância e o acusado continuou o caminho para ir embora. Eles deram poucos passos, até que a Edmar Bueno teria dito “vai ser dois tombos com um rodo só”. Momento em que a vítima deu uma rasteira no adolescente e quando se levantou percebeu que ele (a vítima) estava com uma faca na cintura. O menor pegou e passou as desferir os golpes, que atingiram as costas e a cabeça.

O outro que o acompanhava deu dois chutes na cabeça de Edmar. Em seguida eles saíram correndo e jogaram a faca fora.

Ainda no depoimento, o menor contou que não conhecia o rapaz, não rixa, ou outro desentendimento entre eles, tanto que nem sabia ao menos seu nome e teria agido por impulso, porque foi derrubado.

Ambos foram ouvidos deram detalhes de como tudo aconteceu, mas como não foram presos em flagrante responderão pelo crime em liberdade. O menor que desferiu as facadas tem passagens na Polícia por furtos e roubos. A vitima e o maior acusado tem ficha limpa.

Edmar Bueno Vicente continua internado no Hospital São Francisco de Assis e passa bem.

COMPARTILHAR

Comentários