Uma aposentada de 61 anos, conta os momentos terríveis que viveu na noite desta terça-feira (26), com lágrimas de olhos e apavorada. É que ela foi vítima de assalto e teve o carro da família levado por criminosos.

Ela contou à Equipe Positiva que havia encomendado por telefone um lanche para seus familiares, em uma lanchonete, que fica na Rua Barão da Boa Esperança, no “trevo” que dá acesso ao bairro Antônio de Brito, em frente ao laticínio da Cocatrel.

A aposentada estava acompanhada da filha de 23 anos. Ela estacionou o veículo em frente ao estabelecimento e a própria motorista desceu, foi lá dentro, pegou um refrigerante e pediu que o lanche fosse repartido. Enquanto isto, voltou ao carro e deixou a bebida. Depois de retornar à lanchonete, pagar pela compra, entrar e ligar seu automóvel, ambas foram surpreendidas por dois homens. Um ficou na frente do veículo, o outro a apontou a arma para a aposentada pelo vidro. Ela conta que inicialmente não viu a arma e imaginou que o rapaz queria alguma informação. Mas o criminoso mandou que elas descessem se não morreriam. A motorista retirou a chave da ignição, mas o assaltante armado pediu a chave, as bolsas que elas estavam com os documentos pessoais e ainda o lanche que tinham acabado de comprar.

O bandido que dava cobertura ainda falou para o comparsa que matassem as duas, mas felizmente isto não aconteceu. Eles entraram no veículo e fugiram pela Rua Barão da Boa Esperança e pegaram sentido ao bairro Vivendas do Bosque. A Polícia Militar foi acionada fez rastreamento e no início da tarde desta quarta-feira (27), apresentou dois suspeitos na Delegacia de Policia Civil. Eles foram ouvidos, negaram o crime e foram liberados. A Polícia Civil já está investigando o caso. O carro ainda não foi encontrado.

O veículo é um Celta ano 2007, placas HCD 4878 de Três Pontas, quarto portas, cor vermelha e a dona não tinha seguro.

COMPARTILHAR

Comentários