A Polícia Militar está a procura de Leonardo Faustino da Silva, acusado de estuprar uma jovem de 21 anos que é deficiente intelectual, no bairro Antônio de Brito, em Três Pontas, na noite deste sábado (02).

A avó dela, Dona Nair Marques da Silva, foi quem chamou a PM e contou que sua neta teria sido convidada pelo suspeito, a ir até a sua casa para ele lhe dar um saco de pó de café.

A moça foi e como estava demorando para retornar para casa, a avó pediu que o tio dela fosse até lá, para ver o que estava acontecendo. O tio encontrou o portão da casa trancado e quando gritou pela sobrinha, Leonardo disse que já já iria atendê-lo. Quando abriu o portão, Giovana Rosa saiu arrumando sua roupa. Quando voltou, a avó perguntou o que havia acontecido na casa de Leonardo. A jovem começou a chorar e contou que ele teria retirado a roupa dela e a beijado. O acusado ainda teria deitado sobre Giovana e ela reclamou ter sentido dores.

A Polícia Militar foi chamada, mas já não encontrou Leonardo Faustino e ele está sendo procurado. A jovem foi levada para o Pronto Atendimento Municipal (PAM), em seguida por orientação da Delegacia de Polícia Civil de Varginha, foi encaminhada para o médico legista, foi feito exame e constatado o estupro, segundo familiares da vítima.

Eles não quiseram gravar entrevista, mas disse que Leonardo era viúvo, mas antes namorou a tia da jovem durante 10 meses e por isto mantido amizade com eles há mais de 10 anos. O rapaz também é acusado de abusar da enteada de 12 anos.

COMPARTILHAR

Comentários