O vereador José Henrique Portugal (PMDB), esclarece a polêmica envolvendo um ofício endereçado ao presidente da Câmara Municipal de Três Pontas Luis Carlos da Silva (PPS). O pedido foi lido durante a sessão ordinária desta segunda-feira (29).

Ele sugeriu que a Casa restrinja o café, o lanche e a água servida no Poder Legislativo somente aos vereadores e servidores que trabalham na Câmara. Para ele, servir o café, “contraria as normas vigentes da Casa”.

Por volta das 8:00 da manhã desta terça-feira (30), o legislador foi ouvido e declarou que “por questão de economia e zelo pelo erário público, enviei o ofício ao Presidente, solicitando o corte de lanches durante todos os dias da semana na Cantina da Casa e não o café e a água durante as sessões abertas ao público”.

José Henrique reforça que é necessário cortar os lanches também para os vereadores que não estejam em reuniões, bem como servidores quando estão em férias e que seja restrito um cafezinho e um pão a cada funcionário que esteja trabalhando, as 15 horas, nos dias de trabalho. O vereador esclarece que não pode os edis ficar usando da Câmara para agradar eleitores e correligionários com o dinheiro público, até mesmo porque não existe dotação orçamentária para isto.

COMPARTILHAR

Comentários