O prefeito de Três Pontas Paulo Luis Rabello (PPS), respondeu imediatamente as declarações da Comissão de Transição que iniciou na manhã desta segunda-feira (17). A equipe nomeada pelo prefeito eleito Dr. Luiz Roberto Laurindo Dias (PSD), fez várias reclamações da estrutura disponibilizada e da falta de documentos, que segundo eles, deveriam ser entregues no início dos trabalhos, o que dificultou o começo dos levantamentos, feitos por José Gileno Marinho, Deivis Victor dos Santos e o servidor municipal Victor Adriano Mesquita.

Para Paulo Luis, a equipe não deve ter lido a Portaria 2.955 de 07 de outubro, que entrou em vigor no dia 12. O artigo segundo, fala o que os membros podem solicitar e devem ser protocolados na Prefeitura, dentro do prazo da lei, o que de acordo com Paulo Luis, está explícito.

“Talvez eles tenham passado por cima disso, pois não há qualquer embaraço. Eles não querem entender ou estão criando fatos que não existem”, respondeu Paulo Luis, acrescentando que todos pedidos que forem feitos, serão encaminhados à Procuradoria para que tomem as devidas providências.

Sobre a estrutura da sala que foi questionada, o Chefe do Executivo, informou que a Comissão conforme determina a lei são três pessoas e a sala onde funciona a Secretaria de Indústria e Comércio que foi disponibilizada cabe todos eles. “Se o número ultrapassa já não é de conhecimento do Poder Executivo”.

Sobre o computador fornecido, é o mesmo que um dos membros da Comissão utilizou e saiu da Prefeitura funcionando, concluiu Paulo Luis.

Comentários