A prefeitura de Santana da Vargem e a Companhia de Habitação do Estado de Minas Gerais (Cohab-MG) assinaram na semana passada, protocolo que permitirá a construção de 100 novas moradias populares. O prefeito Vitor Donizetti Siqueira Vitor Eloi (PT) juntamente com o coordenador municipal de Habitação e Regularização Fundiária, Everton Paulo Araújo (Paulinho) participaram da cerimônia de assinatura do documento, que aconteceu na Cidade Administrativa, na sexta-­feira (29).

As novas moradias deverão ser construídas em áreas da prefeitura. A área terá como objetivo a construção de casas populares, que acontecerá a partir da assinatura do convênio com a Cohab e Caixa Econômica Federal. O início das obras depende ainda de alguns passos, como a elaboração do projeto, a celebração do convênio, e a licitação da empresa que será responsável pela execução da construção das novas moradias.

De acordo com o prefeito, as novas moradias serão destinadas de forma prioritária às famílias que moram em área de risco, as que recebem o auxílio moradia, e aquelas que estão alojadas em casas de família. “A partir do protocolo de intenções, é realizado o projeto de construção, assinado o convênio, e o recurso é liberado”, disse Vitor Eloi.

O prefeito ainda lembrou que a administração está reformando 50 moradias no município, na área urbana e rural, de famílias que estavam com suas casas pauperadas. Vitor Eloy citou que vai entregar até o final do mandato mais de 250 novas casas. O Executivo garante que novas moradias contribuem para o bom desenvolvimento do município, representando vitória à comunidade, fortalecendo a base familiar com garantia de um futuro cada vez melhor.

O coordenador de Habitação destacou o empenho da equipe para a concretização do beneficio para a população vargense, enfatizando principalmente a insistência do prefeito Vitor Eloi que em momento algum desistiu deste projeto de novas moradias. “Esta é uma parceria atuante, que resulta em benefícios para as famílias que sonham em ter sua casa própria” diz Paulinho, garantindo contrapartida do município para a construção das 100 unidades.

COMPARTILHAR

Comentários