Os dois ex secretários e os dois ex servidores da Prefeitura de Três Pontas, investigados na Operação Trem Fantasma, tiveram as prisões temporárias, convertidas a preventivas pela Justiça, a pedido do Ministério Público, no fim da tarde desta quinta-feira (24).

Estavam presos temporariamente desde terça-feira (15) por cinco dias e depois prorrogado por mais cinco, o ex secretário de Transportes e Obras José Gileno Marinho, o ex secretário de Fazenda Roberto Barros de Andrade e os ex’s servidores Nicésio Campos Silva e Ralph Duarte Funchal. Eles são investigados suspeitos de desviar dinheiro público através da compra de peças e combustíveis.

Os quatro continuarão presos por prazo indefinido, que pode se estender até o julgamento. Porém, os advogados de defesa de cada um dos investigados, podem pedir à justiça o habeas corpus, para que eles respondam o processo em liberdade.

COMPARTILHAR

Comentários