A Justiça decretou nesta quinta-feira (24) a prisão preventiva dos quatros ex servidores presos e investigados na Operação Trem Fantasma do Ministério em Três Pontas. Continuam presos, o ex secretário de Transportes e Obras José Gileno Marinho, o ex secretário de Fazenda Roberto Barros de Andrade, o ex servidor Ralph Duarte Funchal e Nicésio Campos Silva. Eles estavam presos temporariamente desde terça-feira (15) por cinco dias e depois foi prorrogado por mais cinco, investigados pela suspeita de desviar dinheiro público através da compra de peças e combustíveis.

COMPARTILHAR

Comentários