Milhares de pessoas saíram às ruas neste domingo (15) em protesto. Na maioria das cidades o movimento foi de manhã.

Em Três Pontas o ato foi a tarde e se concentrou na Praça Cônego Victor, em frente a Matriz Nossa Senhora D’ Ajuda. A maioria, cafeicultores, empresários, comerciantes, jovens, adolescentes e muitas crianças. Grande parte dos manifestantes gritava pedindo o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) e protestava contra a corrupção. Algumas manifestações isoladas defendiam a intervenção militar no Brasil, o que contraria a Constituição. Eles usaram carro de som, apitos, faixas e cartazes e vestiram as cores da bandeira do Brasil, demonstrando indignação.

08

O ato começou por volta das 15:30 e terminou uma hora depois. Eles percorreram a Rua Dona Izabel, Praça Tristão Nogueira, passaram em frente a Prefeitura onde fizeram uma parada, desceram pela Rua Nossa Senhora D’Ajuda, pegaram a Frei Caneca e depois a Avenida Oswaldo Cruz. Em frente ao Sambódromo Jaime Abreu, os manifestantes fizeram uma pequena parada e voltavam para a Praça. Nas escadarias da igreja eles tiraram fotos e terminaram gritando “Brasil”.

10Um dos organizadores, Adriano Narciso Novaes disse que Três Pontas merece uma manifestação deste porte, já que ela sofre as conseqüências do que acontece no Brasil, principalmente na cafeicultura. “Aqui em Três Pontas temos muitas pessoas indignadas com o governo do PT”, opina Adriano.

O protesto foi pacífico e, conforme a Polícia Militar, não houve ocorrências. Além da Polícia Militar, a Guarda Civil Municipal (GCM), escoltaram o grupo. De acordo com o comandante da Polícia de Três Pontas Tenente Bruno Neves Tavares, o movimento foi pacífico e o trajeto percorrido com muita tranquilidade.

Polícia e organizadores divulgaram que 600 pessoas participaram do ato deste 15 de março na Cidade, que mobilizou o País inteiro. Apesar do trajeto ter sido pequeno, nem todos integraram toda a caminhada.

07

01

04

05

11039392_358875700980290_1508227358_n

11

09

COMPARTILHAR

Comentários