A Polícia Militar prendeu quatro pessoas, entre eles uma jovem, acusados de assaltar um sítio na zona rural de Nepomuceno. O crime foi registrado na madrugada de domingo (10) e teria sido planejado pelo grupo que é de Três Pontas que são conhecidos da polícia.

O dono do sítio de 86 anos, estava em casa com seu filho dormindo, quando por volta das 3:00 da manhã, ouviu alguém chamando do lado de fora, por “Seu Zé”. Eles não atenderam, mas os criminosos que estavam encapuzados arrombaram a porta e invadiram o imóvel. Um deles armado exigia dinheiro. Duas mulheres chegaram e foram direto ao quarto, pegaram uma caixa onde o sitiante guardava certa quantia de dinheiro e depois fugiram em um veículo Gol.

A Polícia Militar foi chamada e com apoio de uma guarnição de Lavras, iniciaram as buscas pelos suspeitos. Próximo as margens da BR 265, as equipes encontraram primeiro o veículo utilizado no crime, abandonado em uma estrada vicinal. Logo a frente, os militares abordaram Genivaldo Ribeiro Silva Santos de 19 anos e Tatiana de Sousa Pimenta de 22. No bolso dela foi encontrado R$152.

Nas buscas pelo local, no meio do matagal foi encontrado uma garrucha de dois canos. Em seguida, mas adiante, na estrada que daria acesso ao veículo foram abordados Alan Silva Eustáquio de 24 anos e Aguinaldo de Paula de 29. Ao perceber a aproximação da polícia dispensaram no chão R$1.062 que estavam com eles.

O veículo foi apreendido. Todos foram presos e encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Lavras.

FOTO: ARQUIVO EP

O sitiante contou que ha alguns dias, algumas pessoas de Três Pontas estiveram na sua propriedade, dizendo ter a intenção de comprar um sítio e teriam andado pela sua residência.

Alan Silva Eustáquio é um velho conhecido da PM em Três Pontas. Em novembro de 2013, ele e um comparsa foram presos depois de assaltarem uma loja de conveniência que funciona em um posto de combustíveis no Centro da cidade, em frente ao Fórum Dr. Carvalho de Mendonça. Além de assalto, Alan tem passagem por tráfico de drogas e havia sido preso no fim de 2012, em uma boca de fumo no bairro Vila Marilena, onde foram apreendidos maconha, crack e cocaína. Ele ficou preso em Três Pontas e depois transferido para outras penitenciárias da região.

COMPARTILHAR

Comentários