Assim que a notícia foi divulgada em primeira mão pela Equipe Positiva, logo após a sessão ordinária desta segunda-feira (24), o assunto virou assunto nas redes sociais e uma mobilização parece ganhar corpo em Três Pontas. Os novos salários do próximo mandato, para aqueles que ainda serão eleitos em 2016, repercutiu mal com a população que está marcando um protesto para a próxima segunda-feira (31), durante a sessão ordinária da Câmara as 18h30. Uma página foi criada no facebook e também um grupo no whatsapp.

Os subsídios de R$17 mil para o próximo prefeito, R$8,5 mil para o vice, R$5.250,00 aos secretários e R$5.450,00 para os 15 vereadores, provocaram uma insatisfação geral. Todos os anos, isto gera mal estar e desgaste político, mas as redes sociais tem ajudado em algumas cidades a mudar o quadro de comodismo dos moradores.

São dezenas de comentários condenando a atitude legislativa, colocando na balança a crise econômica e “a mudança salarial dos agentes políticos”. Foi assim que o presidente da Câmara Luis Carlos da Silva (PPS), classificou o ato da Câmara, ao aprovar o Projeto de Lei 036, que fixa os subsídios para o quadriênio 2017/2020. Acrescentou que os valores estão dentro da lei, na medida em que o Poder Legislativo pode pagar, sem sacrificar os cofres públicos.

VEJA A REPORTAGEM DA VOTAÇÃO

ACESSE A LISTA ON LINE DO COMÉRCIO DE TRÊS PONTAS – www.trespontasonline.com.br 

A votação foi rápida e por 10 votos a 4, o projeto passou, sem discussões ou manifestações dos vereadores.

Votaram a favor do aumento – Geraldo Messias Cabral (PDT), Valéria Evangelista Oliveira (PPS), Paulo Vitor da Silva (PP), Joy Alberto de Souza (PMDB), Edson Vitor Nascimento “Piu” (PMN), Alessandra Vitar Sudério Penha (PPS), Francisco Cougo (PT), Vitor Bárbara (PDT), Antônio Carlos de Lima (PSD) e Itamar Diniz (PRTB).

Foram contrários – Francisco Fabiano Diniz (SD), José Henrique Portugal (PMDB), Sérgio Eugênio Silva (PPS) e Francisco Botrel Azarias (PT).

Presidente (Luis Carlos) vota apenas no caso de empate

Protesto salário

COMPARTILHAR

Comentários