A Polícia Militar de Carmópolis de Minas, região Centro Oeste, registrou neste domingo (12), duas ações da quadrilha de Ramon de Souza “Ramonzinho” de 31 anos, o criminoso mais procurado da região, por cometer assaltos com reféns.

Por volta das 11:00 horas da manhã, uma guarnição foi chamada na BR 381, para apoiar uma equipe de Varginha que estava acompanhando uma caminhonete Fiat Strada com três ocupantes, sendo que o motorista seria Ramonzinho. Ao encontrar com os militares, os três fugiram a pé por um matagal e desapareceram.

A PM fez buscas, mas eles não foram encontrados. No carro, foram apreendidos munições, pen drive, peças de roupas, um galão com gasolina, documentos de dois veículos, sendo uma Hillux e uma Strada. Além disso, um chapéu de palha, garrafa de café, dois carregadores de celular veicular e 5 aparelhos celulares estavam na caminhonete e seriam provavelmente do comerciante que foi rendido na manhã de sábado (11), em Aguanil no Povoado dos Pimentas.

Cerca de quatro horas depois, eles teriam invadido um sítio no Distrito de Córrego Fundo da mesma cidade. Por volta das 15 horas, os três chegaram na residência de um casal, um deles armado com pistola. Os criminosos permaneceram por lá até as 19:30 e depois foram embora levando no veículo Pálio da família, notebook, várias peças de roupas e celulares.

Polícia montou força tarefa para prender quadrilha de Ramonzinho que está tocando o terror no sul de Minas

Na manhã desta segunda-feira, por volta das 7:00 da manhã, os três deram de cara com a PM na BR 265, em Santana da Vargem. Houve troca de tiros, eles abandonaram o Pálio e fugiram a pé por um cafezal. Diversas equipes do 24º Batalhão de Policia Militar de Varginha, o Canil, equipe Tática, efetivo de Três Pontas, Boa Esperança, Campos Gerais, Coqueiral, Nepomuceno, Campo Belo e Lavras além de viaturas da Polícia Militar Rodoviária Estadual fazem o cerco na região. O helicóptero Pégasus do Batalhão de Radiopatrulhamento Aéreo da Policia Militar em Belo Horizonte, sobrevoou os cafezais e comunidades rurais a fim de encontrar os criminosos. Uma das equipes inclusive do Canil, estava no início da noite na região da Capitiva, entre Santana da Vargem e Boa Esperança, mas até agora ninguém foi preso.

Pégasus da PM de Belo Horizonte ajuda nas buscas aos criminosos

 

COMPARTILHAR

Comentários