A direção do Pronto Atendimento Municipal (PAM) de Três Pontas está informando que o Carnaval foi tranquilo e apenas um atendimento de destaque foi realizado. Com reforço na escala de médicos e de enfermeiros, para atender a demanda de atendimento que cresce durante os cinco dias de Carnaval, o serviço conseguiu satisfazer quem procurou.

Das 19 horas de sexta-feira (13) até as 7 da manhã desta quarta-feira de Cinzas (18), foram 870 atendimentos. De acordo com o Chefe do PAM Dr. Hércules Ferraz Vilela, houve melhora nos casos de violência, inclusive se comparado ao ano passado. Apenas na madrugada de terça-feira (17), é que um taxista ficou ferido depois de sofrer uma tentativa de assalto no bairro Philadélfia. Os acusados são dois menores de 17 e um jovem de 19 anos. O maior foi preso e os menores ouvidos e liberados. Gilberto Frances de Mendonça estava no ponto de táxi do Terminal Rodoviário quando foi chamado para fazer uma corrida. Ao se assustar quando o trio anunciou o assalto Gilberto foi ferido no pescoço, foi socorrido e está internado no Hospital São Francisco de Assis.

Em 2014, houveram três casos de pessoas esfaqueadas durante o Carnaval, que precisaram de atendimento, afirma o médico, estas inclusive foram encaminhadas para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

O serviço de saúde não atendeu nenhuma vítima de acidente de trânsito durante a Festa de Momo este ano.

“O trabalho desenvolvido prevendo aumento na demanda de atendimentos, atingiu seu objetivo em sua plenitude, visto que não houve demora nos atendimentos realizados neste período no Pronto Atendimento, afirma Hércules Ferraz.

COMPARTILHAR

Comentários