Grupo Ferran de Roberto Andrade gera mais de 100 empregos diretos em 5 empresas. Novos investimentos estão por vir

O empresário trespontano Roberto Barros de Andrade, 57 anos, recebeu neste fim de semana em Contagem (MG), no Actual Convention Hotel, o prêmio Mérito Empresarial 2016, entregue pela Federação das Associações Comerciais e Empresariais de Minas Gerais, a Federaminas, por indicação da Associação Comercial e Agro Industrial de Três Pontas (Acai-TP).

Roberto Andrade foi eleito o Empresário do Ano 2016, depois de passar por uma avaliação criteriosa e irá receber na Festa de Confraternização da Associação Comercial, marcada para o próximo dia 26 de novembro, no Clube de Campo Catumbi, o CCC, durante a 18ª Festa do Empresário também mais uma honraria.

O empresário que hoje possui um grupo de empresas que tem o nome de Ferran, tem atualmente um pool de 5 empresas, cada uma de um setor diferente, porém, todas elas sobrevivem graças a dedicação constante dele e de seu casal de filhos Diego Ferreira Andrade e Valéria Ferreira Andrade Mendonça.

A história de Roberto se inicia aos 16 anos de idade, quando começou a trabalhar na Prefeitura de Três Pontas. O prefeito da época era Dr. César Alvarenga. Naquela época não existia concurso público e seu primeiro trabalho foi no setor de Tributação. Foi servidor durante 39 anos, até 2015, ocupando inclusive cargos fundamentais nas administrações, como secretário de Administração e Recursos Humanos, Fazenda e Indústria e Comércio. Com a experiência que adquiriu no setor público, Roberto teve seu nome ventilado para disputar a Prefeitura em 2016 e agora pode assumir uma secretaria na administração do próximo prefeito Dr. Luis Roberto Laurindo Dias (PSD).

Roberto Andrade com sua família e o presidente da Acai-TP Michel Renan (primeiro a esquerda)
Roberto Andrade com sua família e o presidente da Acai-TP Michel Renan (primeiro a esquerda)

O ex funcionário público começou cedo a investir e dar os primeiros passos para se tornar um empresário de sucesso e um dos mais respeitados de Três Pontas. Teve primeiro uma loja de peças, a Andrade Auto Peças, depois veio a Gás Mil e aproveitando o espaço da empresa montou uma distribuidora de bebidas, a Beer Bebidas, todas na Avenida Oswaldo Cruz.

Alguns anos depois, em 2002, ele adquiriu a Rápido Três Pontas, empresa de transportes com filial em São Paulo (SP) que deu um salto no mercado. “Eu não consigo parar de trabalhar e, por mais que meus filhos querem que eu reduza a minha carga de trabalho estou sempre pensando em algo mais”, contou Roberto Andrade. Isto porque, ele não parou por ai, roberto-3-okinvestiu em um novo setor. O de posto de combustível. Adquiriu o Auto Posto Simpatia, montou uma marina do Pontalete, e por último se tornou o responsável pelo transporte urbano de passageiro no Município, com a Viação Trespontana. Isto sem falar no Laboratório Santa Helena e na Agência de Viagens Ideal, que os filhos estão a frente, todas filiadas na Acai-TP.

Se Roberto Andrade parou por ai, prontamente a resposta é não. Outros investimentos já estão sendo feitos, mas que por enquanto ele prefere manter em segredo. Como fazer para que tudo isto dê certo? Basta saber administrar revela Roberto, que recomenda “é preciso saber o que está fazendo, porém, nunca ter medo de crescer e inovar”. O empresário acredita que o fato de ter começado a trabalhar muito cedo, pode ter contribuído na experiência que adquiriu ao longo destes anos, inclusive no setor público. Um de seus lemas é diversificar, uma das palavras mais usadas em Três Pontas que é dependente da monocultura do café. “Eu enxergo muita coisa que se pode ser investido na nossa cidade”, disse.

É bom lembrar que todas as suas empresas estão em Três Pontas e a mão de obra é exclusivamente trespontana. São mais de 100 postos de trabalho diretos, contribuindo diretamente com a economia do município. “Eu sempre acreditei em Três Pontas. Nasci aqui, foi aqui que criei meus filhos e minhas raízes. E apesar desta crise mundial que afeta diretamente o Brasil, vejo que a cidade devagar está se industrializando. A gente precisa torcer para que as coisas dêem certo,” opinou.

Sobre ser escolhido Empresário do Ano, Roberto disse estar muito satisfeito, que não

Aposentado da Prefeitura após 39 anos, Roberto nem pensa em parar de trabalhar
Aposentado da Prefeitura após 39 anos, Roberto nem pensa em parar de trabalhar

esperava, porém, não fez ou faz algo para ser reconhecido, mas entende que este é um mérito de toda sua família. E ele faz questão de incluir a esposa Vera Lúcia Ferreira Andrade, que faleceu há um ano e meio. Os agradecimentos especiais também são à população trespontana que confia em suas empresas e aos seus colaboradores que são o coração destes estabelecimentos e os fazem funcionar e atender bem. Esta é uma exigência de todas elas. “Todas as nossas empresas são um sucesso. A gente sendo premiado nos dá uma responsabilidade a mais de investir aqui”, comemora o Empresário do Ano.

Arquivando o Decreto de Aposentadoria que saiu no dia 1º de junho de 2015 e esbanjando saúde, Roberto só pensa em viver a vida a cada dia, nunca se curvar dos desafios que o futuro lhe mostrar e contribuir para que Três Pontas seja cada vez mais próspera.

COMPARTILHAR

Comentários