Veja todos os detalhes da festa e a programação completa 

A terça-feira (22), véspera do aniversário de 110 anos de morte do Beato Eleito Padre Victor, foi o dia de concluir a novena que começou no último dia 14. Durante estes nove dias, a Matriz Nossa Senhora D’Ajuda onde estão os restos mortais do candidato a Santo recebeu centenas de devotos, em busca de graças ou para simplesmente para agradecer. O tema deste ano é “Padre Victor, chamado à Santidade” e o lema “Sede Santos porque o Senhor é Santo” (1 PD 1,16).

Em todos os três horários, as 5 da manhã, as 15 horas e as 9 horas, a Igreja ficou lotada. A Novena foi aberta pelo Bispo da Diocese da Campanha, Dom Diamantino Prata de Carvalho. Ao longo destes dias, vários sacerdotes convidados celebraram e concelebram, com corais de várias comunidades e paróquias.

Faltaram bancos para acomodar todo mundo, mas não a fé, que se renova dia a dia e é reforçada pela devoção no sacerdote que dedicou sua vida a Deus e aos fiéis, principalmente aos mais pobres. Muitos praticaram gestos de gentileza e cederam seus lugares às pessoas de mais idade. A prova maior disso, foi quando durante uma das missas da manhãzinha, o pároco da Paróquia de Cristo Redentor Rogério Augusto da Silva, cedeu as cadeiras dos padres, coroinhas e dos ministros da eucaristia para romeiros de Paraguaçu, que caminharam durante toda a madrugada e exaustos precisam de um pouco mais de conforto.

Uma urna colocada a frente do altar recebeu os pedidos de milagres e graças por intercessão do Venerável Padre Victor. Ela ficou cheia e os papéis foram queimados durante a novena das 15 horas, nesta terça-feira (22). Foi durante a celebração que os padres fizeram um ritual, bem na Praça Cônego Vitor, em frente a Herma do Servo de Deus que já estava sendo ornamentada, recebendo os tradicionais copos de leite, branco, doados pela própria comunidade. Este foi um momento muito especial para os devotos, que debaixo de um sol muito forte fizeram orações e foram abençoados com a cruz que o Padre Victor carregou durante os 53 anos que paroquiou Três Pontas.

Clique na imagem para ampliar

ESTRUTURA

A estrutura já está toda pronta para receber os visitantes. A Associação Padre Victor, que cuida do processo de beatificação e de toda a organização da festa, estima um número maior de romeiros chegando a Três Pontas, já no início desta noite, véspera do aniversário. É na sede da Associação Padre Victor que os romeiros podem usar os sanitários, inclusive para banhos. Quem precisa descansar também encontra espaço. No Memorial as pessoas conhecem a história e objetos que pertenceram ao Venerável. Uma barraca montada ao lado do Coreto, oferece água, café, pão com manteiga, café e leite. O mesmo é servido por um grupo na Mina do Padre Victor, no bairro Vila Marilena, onde os fiéis buscam água e fazem orações.

A Feirinha do Padre Victor está montada na Avenida Oswaldo Cruz e os ambulantes já começaram a comercializar os mais variados produtos. A Avenida está toda interditada, nos dois sentidos, do trecho do Sambódromo Jaime Abreu até o cruzamento com a Avenida Ipiranga. Um alerta que a Polícia Militar e o Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) faz, é que se evite o trânsito no centro. O indicado é pegar vias alternativas, já que a espera de quem passa pela região central é grande e exige um pouco mais de paciência do que de costume.

Na Praça Cônego Victor, o trânsito será todo fechado e apenas veículos oficiais conseguem acesso.

Para garantir a segurança dos romeiros que vão participar da procissão de Padre Victor, o Ministério Público Estadual e a Polícia Rodoviária restringiram o trânsito de caminhões na MG-167, principal rodovia que dá acesso à cidade. A medida acontece no trecho entre Varginha e Três Pontas e também no trecho entre Três Pontas e Santana da Vargem. No G1, a Polícia Militar Rodoviária divulgou que estará com um esquema especial nas rodovias. A corporação estará com seu efetivo reforçado na MG-167 para auxiliar o deslocamento dos peregrinos.

Segundo o sargento da PMR, José de Assis Pereira, é preciso que os peregrinos redobrem a atenção durante o trajeto na rodovia. “Os peregrinos precisam tomar cuidados em trechos em que o asfalto coincida em não ter acostamento. Eles também precisar andar no fluxo contrário dos veículos para que possam agir em caso de alguma emergência. Também é importante os grupos se organizarem para andar com batedores na frente e na retaguarda. Podem ser bandeiras, algo que ajude na sinalização. Como o trajeto na maior parte será feito à noite, é importante que os peregrinos utilizem roupas de cor clara”, diz o sargento.

COMÉRCIO E SERVIÇOS

No comércio é ponto facultativo e o funcionamento está liberado. Apesar do pedido feito pela Associação Comercial não são muitos os que abrem as portas.

A ACAI montou uma Praça de Alimentação que já está funcionando em um terreno no cruzamento da Avenida Oswaldo Cruz com a Rua Coronel João dos Reis. Lá, os comerciantes e empreendedores do ramo alimentício do Município aproveitam a oportunidade de maior concentração de trespontanos e visitantes. No espaço que terá cadeiras para acomodar os consumidores, poderão ser saboreados lanches e refeições, além de sucos, águas, refrigerantes e outras bebidas. Os preços variam de R$1 a R$10. De hoje (terça-feira) até quinta-feira o atendimento será ininterrupto.

As repartições públicas estarão fechadas no Dia do Padre Victor. O serviço de limpeza será feito apenas na região central.

No Pronto Atendimento Municipal (PAM), as equipes de médicos e de enfermagens foram reforçadas para evitar filas e agilizar os atendimentos. Nos últimos anos, por causa de um esquema especial adotado pela Direção, a espera tem sido pequena.

Na Cidade, duas farmácias estarão de plantão. A Drogaria Demais na Praça Cônego Vitor 131 e Lú Drogaria na Rua Afonso Pena 230.

BEATIFICAÇÃO

01
Missas desta terça-feira, último dia da novena foram concelebradas

A Beatificação do Venerável Padre Victor, está agendada para o dia 14 de novembro, no Campo de Aviação em Três Pontas. O horário ainda falta ser confirmado pelo Cardeal Ângelo Amato, representante do Papa Francisco na solenidade, mas a tendência é que seja as 16 horas. De acordo com a Paróquia Nossa Senhora D’Ajuda, são esperadas 100 mil pessoas. A Prefeitura já decretou ponto facultativo às repartições públicas.

O milagre que deu o título a Padre Victor foi um pedido feito pela professora Maria Isabel de Figueiredo, que não podia engravidar. Foram dois anos de tratamentos e muitas desilusões, até que ela pediu ajuda a Padre Victor durante a novena em 2009. Um ano depois, a professora conseguiu engravidar de uma menina, contrariando todas as previsões médicas. E agora ela está grávida novamente.

Padre Victor será o segundo beato do Sul de Minas. Em maio de 2013, Francisca de Paula de Jesus, a Nhá Chica, foi beatificada em Baependi (MG), onde passou a vida.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA – QUARTA-FEIRA – 23 DE SETEMBRO

As celebrações dos 110 anos de morte de Padre Victor começam às 3h30 com a “Procissão da Penitência”, que irá sair da Matriz de Nossa Senhora Aparecida com destino à Capela do Venerável, localizado na Comunidade da Faxina, a 7 km do perímetro urbano. Ao longo do dia, são nove missas em intenção ao Beato eleito programadas. A novidade é a volta da peça teatral que conta a história de Padre Victor. A encenação será na Praça Cônego Victor.

3h30min: Procissão da Penitência

(Coordenação Paróquia Nossa Senhora Aparecida – saída da Matriz Nossa Senhora Aparecida até à zona rural da Faxina)

4h30min: Alvorada pela Corporação Musical Luis Antônio Ribeiro

6h: Missa presidida por Dom Diamantino Prata de Carvalho (Bispo da Diocese da Campanha) na Capela Santa Cruz (Capela do Padre Victor) na zona rural da Faxina

9h: Missa no Parque da Mina

As 11 horas na Rua Azarias de Brito Sobrinho (ao lado do Salão Paroquial) – Peça Teatral “A história da vida de Padre Victor”

Missas na Matriz Nossa Senhora D’Ajuda

5h, 6h30min, 8h30min, 10h30min, 12h30min, 14h30min, 16h, 17h30min e 19h.

Confissões individuais – 8 às 17h (Salão Paroquial – Rua Azarias de Brito Sobrinho, 61).

COMPARTILHAR

Comentários