[php snippet=2]

 

As noites de quartas-feiras na Casa da Cultura Alfredo Benassi se tornaram mais alegres durante o ano de 2013, graças a magia dos diversos artistas que prestigiaram o Sarau no Quintal, evento que reuniu cantores, poetas, atores, fotógrafos, pintores, desenhistas e as mais inusitadas artes. Além de grandes artistas trespontanos, os encontros descobriu novos talentos e até mesmo talentos já conhecidos pelo Brasil.

O sarau é um evento cultural ou musical onde as pessoas se encontram para se manifestarem artisticamente. Muito presente no contexto escolar, o sarau pode ter dança, música, poesia, livros, não importa o clima de descontração destes encontros é o que os torna ainda mais especiais e tão tradicionais.

20140409_143738-001

A cada tema a empolgação aumentava e o público também, houve variação de público e de artistas, mas existiram aqueles cativos, fãs de carteirinha, que não perderam uma só edição, desde o dia 06 de março de 2013, quando iniciamos. A Chefe da Divisão Débora Andrade nos concedeu uma entrevista.

Qual será a programação do Sarau de um ano?

Temos um convidado bem especial, que já esteve presente no Sarau do Clube da Esquina, Telo Borges. Convidamos e aguardamos ansiosos por outros dois grandes artistas, mas, não estão confirmados. Vamos ter exposição das fotos de um ano, apresentações musicais em homenagem aos músicos trespontanos e palco livre para qualquer intervenção. Preparamos uma surpresa também. Neste um ano nos veio a inspiração de falar sobre Travessia por dois motivos: A primeira para homenagear Milton Nascimento, nosso sempre orgulho trespontano e, segundo, por falarmos de rompimento e passagem. Um ano se passou e fizemos a travessia do tempo, nos fortalecendo enquanto equipe e cientes de que hoje, contamos com um pouco mais de experiência por tudo que passou.

Débora, como surgiu o Sarau do Quintal realizado mensalmente na Casa da Cultura?

Nosso prefeito foi muito enfático, desde o início, que era para usarmos de criatividade para garantir cultura e entretenimento ao povo, já que não dispúnhamos de verba. A Casa da Cultura é linda e, desde o começo, gostaríamos de abrir as portas para que o povo tivesse acesso. Temos os melhores músicos da região, espaço para eles se apresentarem e um público sedento por atrações de qualidade. Foi a fome com a vontade de comer.

Quais os temas dos Saraus deste um ano?

Não pré-determinamos o tema, não. É inspiração, sugestão e alguns até resultado de sonhos ou insônia.

Qual a importância destes encontros para a cultura trespontana?

Embora seja um evento simples, acredito que o melhor de tudo é a integração das artes, pessoas, artistas. Misturar tudo, sem preconceitos, e oferecer ao público entretenimento e conhecimento.

Em média quantos artistas passaram neste um ano pelo Sarau?

Mais de cinquenta, certamente. Caras conhecidas, novas, gente de outras cidades, gente famosa, gente que está ficando famosa….

Qual é o publico alvo do Sarau?

Todo e qualquer indivíduo que queira compartilhar de arte. Todos são bem vindos. Todos.

Nestes doze meses muitos artistas que estavam escondidos foram descobertos?

Muitos! Inúmeros! E saem daqui com convites para shows. Me arrisco em falar por eles e, acho que tem sido uma boa vitrine para todos. Além destes nomes importantes MPB passaram pelo eventos ao longo deste ano?

Com temas já esgotados qual será a forma de realizar o Sarau após um ano? Após um ano, o Sarau vai continuar?

O sarau vai continuar, com toda certeza. Esta é a vontade do Prefeito, do secretário de Cultura, da equipe, dos artistas e do público. Os temas não se esgotam, não. Temos um povo muito criativo por estas bandas e as sugestões são sempre bem vindas.

SARAU 3 SARAU 4

 

[php snippet=3]

COMPARTILHAR

Comentários