Pais serão comunicados pela direção das creches sobre a mudança do recesso que será maior em janeiro

Ao invés do recesso começar no dia 13, crianças serão atendidas até o dia 20, porém, em janeiro esta semana será descontada e creches voltam a atender dia 14

A Secretaria Municipal de Educação reviu a data de recesso adotado pela primeira vez em Três Pontas para as crianças que são atendidas pelos Centros Municipais de Educação Infantil, a populares creches. Atendendo a um pedido dos empresários, através da Associação Comercial e Agro Industrial de Três Pontas (ACAI-TP), o último dia de atendimento neste ano de 2013 será 20 de dezembro e não mais dia 13. As creches ficarão abertas uma semana após o período anunciado. Segundo o vice prefeito e secretário de Educação Érik dos Reis Roberto os setes dias ‘perdidos’ de descanso das crianças serão aplicados de 06 a 13 e o atendimento volta ao normal dia 14, uma terça-feira. “Vieram dialogar com o prefeito Paulo Luis que prontamente solicitou à Secretaria de Educação que fizesse um estudo para analisar a viabilidade de atender aos empresários, uma vez que as maiores empresas neste período dão férias coletivas aos funcionários. Estamos alterando o dia para que possa atender também aos pais”, explicou Érik. As crianças de 0 a 3 anos atendidas pelos  10 centros localizados na zona urbana e rural vão voltar no dia 14, ao invés do dia 06.

Recesso inédito, repercutem na cidade

O comunicado do fechamento das creches para um período de recesso foi feito pelo psicólogo Luciano Virginio de Castro que sugeriu ao Poder Executivo a fim de melhorar a qualidade do ensino em Três Pontas.

A notícia foi dada primeiro aos funcionários e depois aos pais e responsáveis de forma gradativa, em reuniões regionalizadas promovidas em meados de novembro. Na Escola Municipal Professora Nilda Rabelo Reis foram cerca de 100 pessoas participaram. Nestas três semanas, os filhos terão que ficar em casa promovendo assim uma melhora do nível de aprendizado, diminuindo o nível de estresse, dando o que é direito das crianças, um período chamado de descanso pedagógico também nas creches. “Os pais que querem o bem para seus filhos, vão entender que eles precisam de um tempo com a família e principalmente de um descanso”, destacou Luciano Castro.

O próprio Conselho Nacional de Educação (CNE), reafirma que férias escolares na educação infantil é importante para estimular a convivência familiar. Por várias vezes, foi destacado que a criança não vai à creche simplesmente porque seus pais trabalham e não têm com quem deixá-la, ou porque na creche se oferece complementação alimentar. Muito além desses objetivos, a creche e a pré-escola têm como finalidade o desenvolvimento integral da criança até três anos de idade, em seus aspectos físico, psicológico, intelectual e social, complementando a ação da família e da comunidade. (Denis Pereira – A Voz da Notícia)

COMPARTILHAR

Comentários