Foto: Arquivo EP

 

O Ministério Público do Estado de Minas Gerais, por seu Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado, núcleo Varginha, em ação conjunta com a 3ª Promotoria de Justiça da Comarca de Três Pontas, ofereceu denúncia criminal relativa à Operação Trem Fantasma. Ela investiga desvio de dinheiro público na compra de peças e combustíveis, na Prefeitura de Três Pontas.

Sete pessoas foram denunciadas pela prática de 24 crimes, sendo eles organização criminosa, embaraço às investigações, peculato (20 crimes), fraude em licitação e fraude na execução de contrato.

Quatro denunciados permanecem presos preventivamente e dois foram submetidos a medidas cautelares diversas da prisão (proibição de ingresso nos prédios da Prefeitura Municipal de Três Pontas, proibição de aproximação de testemunhas, proibição de ausência da comarca sem autorização judicial, suspensão do exercício das funções públicas e proibição de administração de uma das empresas investigadas).

Promotores de justiça da Comarca de Três Pontas e do GAECO

Será concedida entrevista coletiva nesta segunda-feira (04), às 14:00 horas, na sede das Promotorias de Justiça da cidade de Três Pontas.

COMPARTILHAR

Comentários