O Sindicato dos Trabalhadores Rurais e Agricultores Familiares, repetiu pelo sétimo ano consecutivo, a entrega dos kits de materiais escolares para seus associados e contribuintes. A iniciativa que partiu do presidente Vicente José da Silva se tornou uma das ações mais importantes e contribui de forma significa com a educação. O investimento este ano foi 20% maior, e a tendência é que isto siga numa crescente, já que os associados estão conhecendo cada vez mais o pioneirismo sindical da entidade.

De acordo com Vicente, em 2015, o material custou R$40 mil, adquirido em meados de 2014. Por isto, é que desta vez e assim será para os próximos anos, os beneficiados precisaram se cadastrar para receber o kit, levando Carteira de Trabalho, holerite e documentos dos filhos. Cada faixa etária recebeu o material correspondente pedido pela escola. Por exemplo, crianças que estão iniciando os estudos ganharam lápis de cor incluso com os cadernos. Já os mais velhos receberam cadernos de matérias. O kit vem com cadernos, lápis, caneta, borracha, cola, régua, tesoura, apontador e caixa de lápis de cor. Uma coisa que é exigência do presidente é a qualidade dos materiais que são todos de marca. A entrega já terminou, aconteceu de 12 a 28 deste mês e nos últimos três dias, de 26 a 28 foi reaberto a oportunidade a quem ainda não tinha buscado, poder fazer o cadastro e pegar o kit. Trabalho redobrado para a equipe do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, que se esforçaram no atendimento normal e de rotina da entidade com as filas enormes que foram formadas. Para quem já se cadastrou ainda pode retirar o material na sede da entidade na Rua Afonso Pena 58.

Dar uma ajuda aos associados que enfrentam dificuldades para oferecer estudos aos seus filhos, é o objetivo do Sindicato com esta iniciativa. Pelos cálculos do número de associados, aproximadamente 4 mil famílias foram atendidas.

COMPARTILHAR

Comentários