O trabalhador rural José Pereira de Freitas de 54 anos morreu no fim da tarde desta quinta-feira (15). Ele estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital São Francisco de Assis em Três Pontas, depois que tentou tirar sua própria vida, dentro do Presídio da cidade.

José Pereira estava em uma cela sozinho do presídio por questão de segurança desde sábado, quando foi preso acusado de estuprar a enteada de 11 anos de idade, na Fazenda São José zona rural de Três Pontas, onde ele vivia com a esposa Roseane Vitar Francelina e outras duas crianças do casal de 2 e 3 anos. O caso só foi descoberto porque o homem gravava imagens dos abusos no seu aparelho celular, que ao ser entregue para o tio da menina foi denunciado. Diante das evidências, José Pereira confessou o crime, que a esposa nem imaginava acontecer.

RELEMBRE O CASO 

Viatura que levou o detento na porta do PAM na tarde de quarta-feira
Viatura que levou o detento na porta do PAM na tarde de quarta-feira

Depois que o caso foi divulgado pela Rede Record de Varginha, na tarde desta quarta-feira, o homem usou um pedaço de pano, provavelmente uma toalha e amarrou nas grades da cela, tentando se enforcar. Ele foi rapidamente socorrido pelos agentes penitenciários, recebeu os primeiros socorros da equipe de enfermagem da unidade levado para o Pronto Atendimento Municipal (PAM). O detento teve parada cardiorrespiratórias e foi internado na UTI sob escolta dos agentes da SUAPI. Na tarde desta quinta-feira ele morreu e o corpo será levado para o Instituto Médico Legal de Varginha e em seguida será velado no Velório Municipal e o sepultamento está marcado para as 17 horas.

destaque dois
As imagens que estavam no celular são fortes e eram registradas pelo estuprador – Fonte: Rede Record

 

COMPARTILHAR

Comentários