*Campanha termina nesta sexta-feira, sem atingir meta no grupo das crianças

A campanha de vacinação contra a gripe será encerrada nesta sexta-feira (15) em todo o país. Ela terminaria no dia 1º de junho, mas acabou sendo prorrogada pelo Ministério da Saúde por causa da greve dos caminhoneiros.

Até o fim da semana, tem vacinas disponíveis em todas unidades básicas de saúde de Três Pontas. Estão no grupo de risco, idosos a partir de 60 anos, crianças de 6 meses a menores de 5 anos, trabalhadores da saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, gestantes, mulheres que tiveram filhos a 45 dias, detentos e funcionários do sistema prisional. Pessoas com doenças crônicas e outras condições clínicas especiais também devem ser imunizadas.

A partir de segunda-feira (18), a orientação do Ministério da Saúde é que as pessoas que integram os grupos de riscos continuem sendo imunizados. A Secretaria Municipal de Saúde faz uma reserva para atender durante todo o ano as gestantes e as crianças, geralmente bebês, que precisam receber a segunda dose.

Diferente dos últimos anos, a sobra da vacina não será disponibilizada à toda  população. De acordo com a coordenadora do Programa de Imunização Lara Miranda Silva, partir de agora, esta sobra será utilizada em crianças de cinco a nove anos de idade e adultos de 50 a 59 anos. Nesses grupos não será avaliada a cobertura vacinal, somente as doses aplicadas.

Os critérios para eleger estes grupos foram discutidos com o Comitê Técnico Assessor em Imunizações (CTAI), com o Grupo Técnico em Vigilância em Saúde (GTVS) e Comissão Intergestores Tripartite (CIT) e foram definidos conforme a situação epidemiológica e vulnerabilidade para complicações, se justificando pelo fato de que o grupo de 50 a 59 anos apresenta maior carga de doença, elevado percentual de risco e maior vulnerabilidade para o óbito e as crianças de cinco a nove anos de idade apresentarem melhor resposta a vacinação, e que são um dos principais transmissores do vírus influenza na comunidade.

A Secretaria Municipal de Saúde recebeu nesta terça-feira (12) a última remessa da vacina e segundo Lara Miranda, a sobra não será grande, portanto, quem quiser se proteger da doença deve procurar os postos rapidamente.

Veja os números da vacina da gripe em Três Pontas

Apesar de terminar na sexta-feira, a meta ainda não foi alcançada no município em alguns grupos, de acordo com os últimos dados divulgados. A meta determinada pelo Ministério Público é que 90% de cada grupo seja imunizado. Em Três Pontas são 11.080 pessoas que integram os grupos de riscos, sendo que 9.599 já se imunizaram, o que corresponde a 86,63% do público alvo.

 

Vacina protege contra três tipos do vírus da gripe

A vacina é segura e reduz complicações que podem provocar casos graves da doença, internações e óbitos. A dose utilizada na rede pública de saúde protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no Hemisfério Sul ao longo do último ano, incluindo o H1N1 e o H3N2.

Ainda de acordo com o Ministério da Saúde, após a aplicação da dose, podem ocorrer, de forma rara, dor, vermelhidão e endurecimento no local da injeção. As manifestações são consideradas benignas e os efeitos costumam passar em 48 horas.

A vacina da gripe é contraindicada para pessoas com histórico de reação anafilática prévia em doses anteriores ou para pessoas que tenham alergia grave relacionada a ovo de galinha e seus derivados. É importante procurar o médico para mais orientações.

COMPARTILHAR

Comentários