O Três Pontas Atlético Clube (TAC), conseguiu na Copa Alterosa de Futsal um bom resultado jogando em casa, contra Carmo de Minas, no Ginásio Poliesportivo Governador Aureliano Chaves de Mendonça, em Três Pontas, na noite desta terça-feira (30). A partida terminou em 3 a 3, foi muito disputada e marcada por reclamações dos visitantes.

Com 20 minutos corridos e o cronômetro parando toda hora, o nervosismo tomou conta de toda delegação de Carmo de Minas. Os jogadores do rubro negro, mantiveram a cabeça no lugar e jogaram muito. E foi preciso, já que a principal característica do adversário foi o toque de bola.

Mas foi o TAC que abriu o placar com um golaço de Porquinho logo no início. Ele estava na quadra de defesa, quando lançou a bola para o gol, que encobriu o goleiro e só parou nos fundos das redes – TAC 1 a 0. Túlio de Carmo de Minas recebeu numa cobrança de falta e na entrada da área empatou – 1 a 1.

01Assim, eles começaram a envolver o time do TAC, tocando a bola com tranquilidade e com ataques fulminantes. Túlio voltou a marcar depois de bater a bola em cima de Davi, a bola acabou entrando e colocando Carmo na frente.

Porquinho tentou marcar de cruzamento, Leozinho fez o mesmo, mas bateu na trave com o gol escancarado.

E Carmo de Minas foi quem marcou novamente. Jeferson lançou para Tiago que fez 3 a 1.

A virada foi com Porquinho, o nome do jogo. Ele bateu uma falta pela direita, bateu na trave e picou dentro do gol – 3 a 2. A turma de Carmo reclamou e Tiago que naquele momento estava no banco de reservas, partiu para cima do árbitro, tomou cartão vermelho e provocou a revolta de seus atletas. Os que estavam de fora entraram na quadra gritando com o árbitro Adalmir Imbrizi e colocando pilha na partida.

A esta altura, foi o técnico Pavão e seu auxiliar técnico que foram expulsos e tiveram que ficar o restante da partida do lado de fora. Depois de um tempo parado por causa de uma confusão, com invasão de quadra dos atletas de Carmo, ainda teve mais gol e mais protestos dos jogadores.

Porquinho driblou o goleiro, a bola bateu na trave e caiu. O artilheiro caiu e entrou com bola e tudo para dentro do gol que acabou tirando a estrutura do lugar, decretando assim o placar final em 3 a 3.

O TAC faz o jogo da volta com Carmo de Minas na próxima terça-feira (06) na casa do adversário e precisa vencer para garantir a classificação às semifinais. Diretoria, comissão técnica e jogadores sabem que não será tarefa fácil. Se houver empate, o jogo vai para a prorrogação.

05

Jogadores de Carmo de Minas protestaram nos dois gols marcados por Gabriel Porquinho
Jogadores de Carmo de Minas protestaram nos dois gols marcados por Gabriel Porquinho

TAC – Rudinho, Davi, Gabriel Porquinho, Rafinha e Leozinho. Técnico Nilton Shete. Entraram ainda Wandão, Bruno e Jerfinho.

CARMO DE MINAS – Luis Felipe, Bruno, Túlio, Murilo e Tiago. Técnico Marquinho Pavão. Entraram ainda Ângelo, Jonas e Jeferson.

Arbitragem – Walmir Azevedo e Adalmir Imbrizi. Mesário – Carlos Carvalho e cronometrista Diogo Lemes.

COMPARTILHAR

Comentários