*Veiculo foi abandonado no bairro Santana

Bandidos foram violentos em um assalto a um taxista na madrugada deste domingo (06), em Três Pontas.

De acordo com Pedro de Souza Fonseca o popular “Maguila”, de 54 anos, um rapaz de mais idade chegou no Ponto de Táxi da Rodoviária, solicitando uma corrida até o bairro São Francisco, mas como ele queria primeiro passar no posto de combustível, saiu foi até lá e depois voltou, com outros três rapazes. Um deles desceu no bairro Morada Nova, próximo de um bar.

Os outros pediram que ele os deixassem em um lual, no bairro São Tereza, próximo ao laticínio da Cocatrel. Eles não gostaram e resolveram continuar andando. Pagaram a corrida e foram para um bar na Avenida Ipiranga, na saída da Cidade. Eles também não ficaram lá e decidiram ir para a boate no final da Avenida Caio de Brito, mas como estava fechado, pediram para retornar para o bar da Avenida Ipiranga.

No meio do caminho, enquanto passavam pelo bairro Santana, um deles retirou a chave do carro, mandou que ele descesse, apontou uma faca ao seu pescoço, enquanto o outro colocou um cano nas costas do taxista, simulando ser uma arma de fogo.

Maguila foi colocado no banco de trás e levado para o meio de um cafezal, na Comunidade dos Pinheiros na zona rural de Três Pontas. Lá eles cortaram uma parte de um cinto de segurança e usaram para amarrar as mãos da vítima e nos pés utilizaram uma sacola plástica. Quando Maguila ameaçou levantar, um deles deu um chute no rosto, atingiu a boca e o olho que ficaram feridos. Eles fugiram levando quase R$900 em dinheiro e um aparelho celular.

02
Carro foi abandonado em uma rua do bairro Santana e encontrado pelo próprio taxista

Depois de um tempo, ele conseguiu se desamarrar e voltou a pé para a cidade. A caminhada durou cerca de 40 minutos. Quando chegou na Rua Barão da Boa Esperança, ele chamou a Polícia Militar que o levou para o Pronto Atendimento Municipal (PAM), onde foi atendido e liberado.

Eles haviam dito para o taxista que iriam abandonar o carro perto de onde eles haviam passado. Maguila na manhã deste domingo encontrou o Gol, abandonado, trancado e sem as chaves na Rua Abílio José Domingues no bairro Santana.

A Polícia Militar faz rastreamento a fim de encontrar os suspeitos, mas por enquanto ninguém foi preso.

COMPARTILHAR

Comentários