A TDI Máquinas concluiu nesta quarta-feira (05), mais um Curso de Capacitação em Manutenção e Operação de Colhedoras Electron. Esta foi a 14ª edição que trouxe a Três Pontas, operadores de cidades de Minas Gerais como Oliveira, Tupaciguara, Machado, São Sebastião do Paraíso, Carmo do Paranaíba, Nova Resende, Alpinópolis e Jacuí e do interior de São Paulo, Espírito Santo do Pinhal, Mococa, São José do Rio Pardo, Fartura, Santo Antônio da Alegria e do Paraná, Carlópolis e Marialva.

Divididos em grupos na sede da empresa, os 91 participantes conheceram detalhes da manutenção das colhedoras fabricadas pela TDI e fizeram a prova teórica no horário do almoço.

Antes eles tiveram aulas teóricas realizadas no Auditório da Cocatrel. O curso obedece as normas do Ministério do Trabalho.

Um dos participantes foi o produtor Edson Kotani (foto) de Tupaciguara, no Triângulo Mineiro. Ele veio com o seu operador. Pela primeira vez na cidade e realizando o curso, Kotani afirmou que gostou de Três Pontas e foi muito válido conhecer a fábrica e a história da empresa que ele adquiriu uma colheitadeira Tracionada. Antes, o serviço era terceirizado. Kotani tem uma propriedade com 70 mil hectares de área plantada e 90% do café produzido é o topázio. “O valor que eu pagava para colher meu café eu pago a máquina”, disse. A economia é enorme e com a máquina da TDI ele vai trabalhar apenas com duas pessoas.

O encerramento foi feito com um tradicional almoço com churrasco. E de forma descontraída, desde 2006, a TDI criou o “Garfo de Ouro”, e premia aquele é bom de prato. Pela primeira vez, foi um funcionário que recebeu o prêmio. Wesley Fernandes Nogueira mostrou que é bom de “serviço”.

De forma simbólica, o produtor rural de Bom Sucesso, Dalmo de Carvalho de 79 anos recebeu o certificado por ter participado dos três dias de curso.

COMPARTILHAR

Comentários