A Praça da Matriz, em Três Pontas, será palco do maior festival de ritmos e sotaques do Brasil nesta sexta e sábado dias 29 e 30. Músicos de 10 Estados diferentes irão se apresentar nesta última etapa classificatória do FENAC. Durante o evento, é realizado também o 5º Festival Nacional da Cultura, que acontece simultaneamente na cidade que sedia o festival.

Nesses 44 anos o Festival Nacional da Canção cresceu e vem trazendo uma das maiores riquezas do nosso País; a música. Nesta última etapa classificatória, concorrentes irão defender 10 Estados do Pais: BA, CE, GO, MG, PA, PR, RJ, RS, SC e SP. Até o momento, 24 canções já garantiram vagas nas semifinais, que vão acontecer na próxima semana, em Boa Esperança. Três trespontanos estão na disputa pelos prêmios sendo eles: Sid Rodrigues (Sonhar), Adriano Kamy (Quero casar com você) e Elisângela Theóphilo (Gerais).

Ao todo, foram inscritas cerca de 3 mil músicas, de 18 estados brasileiros como; AM, AP, BA, CE, DF, ES, GO, MA, MG, MT, PA, PE, PR, RO, RJ, SC, SP, RS. Das 140 escolhidas, 41 são representantes de Minas Gerais. Os candidatos são de Contagem, Belo Horizonte, Boa Esperança, Divinópolis, Extrema, Formiga, Governador Valadares, Itabira, Janaúba, Montes Claros, Paracatu, Pouso Alegre, Sete Lagoas, Três Pontas e Varginha.

Em cada etapa classificatória, um festival de sotaques, ritmos e instrumentos diferentes. E são essas particularidades que levam a diferença nas apresentações. Cada um, defendendo seu diferencial. Um presente para o público que tem a oportunidade de participar de perto desses Momentos.

Todas as músicas classificadas passaram por rigoroso processo de avaliação. Uma das exigências do regulamento, é que elas fossem inéditas, em português e que não tivessem sido comercializadas. Os participantes vão disputar os prêmios de R$220 mil reais e o cobiçadíssimo troféu Lamartine Babo.

Os músicos selecionados foram divididos em grupos. A distribuição das apresentações foi feita pensando de forma que facilitasse para os participantes que residem nos estados mais distantes.

Neste ano o FENAC já passou por Extrema, Varginha e Guapé no sul do estado e Formiga, centro-oeste. Os participantes dessa última etapa classificatória são:

Programação – Dia 22

Música Interprete Compositor Cidade UF
VIOLEIRO TÍMIDO MOVIMENTO TRIAL MARCOS GACÊ E MARÇAL FILHO / MARCOS GACÊ ITABIRA MG
CORAÇÃO DE CANTADOR GRUPO TARUMÃ DANIEL SANCHES PIRACICABA SP
ACHADOS E PERDIDOS CHUVA A GRANEL HAROLDO LEÃO E JARDEL RODRIM BELO HORIZONTE MG
GERAIS ELISANGELA THEÓPHILO DEIVID ALEXANDRE DE AMORIM/MAYKE HENRIQUE TRÊS PONTAS MG
PONTO DE PARTIDA ROBERTO ÁZIS ROBERTO ÁZIS/RONALD SAAR TRÊS RIOS RJ
BENDITO SAMBA MARCELLO DINIS AMAURI CANDIDO JUNIOR E MARCELLODINIS / MARCELLO DINIS BELO HORIZONTE MG
QUERO CASAR COM VOCÊ ADRIANO KAMY P.H LARA / LUIS MINGAU TRÊS PONTAS MG
A CORAGEM DE QUEM CANTA ADRIANA SPERANDIR VAINE DARDE / ADRIANO SPERANDIR OSORIO RS
VAI SAUDADE JACK E RUY JACKSON MOACIR STOFFEL FLORIANÓPOLIS SC
QUEM AMA ACHILES NETO E MARCUS MARINHO ACHILES NETO /  MARCUS MARINHO E ACHILES NETO VITÓRIA DA CONQUISTA BA
ANTIGO INVERNO PEDRO SCALON PEDRO SCALON GOIÂNIA GO
IMPERADOR DO MUNDO ANA CRISTINA SOARES RUBENS SOARES E FRANKLIN MÁRIO DA SILVA PARACATU MG
CHORONA RENATA CRISTINA ALFRED’ MORAIS BELÉM PA
ESPELHO ITO MORENO ITO MORENO SÃO PAULO SP
XAMEGO NA REDE LUCIO RICARDO JOSÉ FERREIRA / CHICO BARRETO PEDRA BRANCA CE

 

Programação – Dia 23

Música Interprete Compositor Cidade UF
MIRANTE RONALD SAAR RONALDO SAAD / ROBERTHO ÁZIS TRÊS RIOS RJ
ESCOLA NOS VARAIS LÚCIO RICARDO PAULO DE TARSO PARDAL / JOAQUIM ERNESTO PEDRA BRANCA CE
O SONHADOR TAQUINHO DE MINAS TAQUINHO DE MINAS BELO HORIZONTE MG
SONHAR SID RODRIGUES SID RODRIGUES TRÊS PONTAS MG
CANTIGA DO SOL E DA LUA JACK E RUY RUI VANTI SILVA E JACKSON MOACIR STOFFEL FLORIANÓPOLIS SC
VIOLEIRO E VIOLÃO IVAN CARDOSO ALFRED’ MORAIS E LEANDRO DIAS / IVAN CARDOSOS BELÉM BA
CONTEMPLAÇÃO FABRÍCIO DOS ANJOS FABRÍCIO DOS ANJOS BELÉM PA
SEMPRE TEM CÉU AZUL MATHEUS VON KRUGER MATHEUS VON KRUGER RIO DE JANEIRO RJ
PEQUENA OPERETA PARA ZABUMBA SEM DÓ E UM LOUCO FORA DE SI SERGIO TORRENTE SERGIO TORRENTE PARANAVAÍ PR
PEQUENA OPERETA PARA ZABUMBA SEM DÓ E UM LOUCO FORA DE SÍ SERGIO TORRENTE SERGIO TORRENTE PARANAVAÍ PA
LÓTUS EM MIM ACHILES NETO E MARCUS MARINHO ACHILES NETO /  MARCUS MARINHO E ACHILES NETO VITÓRIA DA CONQUISTA BA
O RETRATO FALADO DO SERTÃO WALTER LAJES WALTER LAJES E CARLOS AIRES / CARLOS AIRES CAMAÇARI BA
QUE PENA, VOCÊ NÃO É PASSARINHO CÍCERO ALVES PEREIRA / ELIANA BONFIM CÍCERO ALVES PEREIRA JANAÚBA MG
LAÇADOR CAROL PEREYR MÁRCIO TUBINO / ALEGRE CORRÊA FEIRA DE SANTANA BA
NO MESMO BARCO DARWINSON DARWINSON E PAULINHO PEDRA AZUL / DARWINSON GOIÂNIA GO

Lembrando que as apresentações serão na Praça da Matriz. Uma comissão julgadora será formada por músicos, compositores, críticos musicais, escritores, artistas e jornalistas escolhidos pela comissão organizadora.

 

Na próxima semana, o 44º Festival Nacional da Canção estará em Boa Esperança, cidade berço do FENAC, para as semifinais e a grande final.

 

 

O Festival Nacional da Canção vem desde 1971 fazendo história e dando oportunidades a novos talentos da música brasileira. Este ano mais de 3 mil compositores de 24 estados diferentes enviaram músicas para participarem do FENAC.  Quando o evento começou, muitos concorrentes foram censurados e tiveram suas músicas vetadas, hoje os candidatos podem expor suas ideias e protestos em letras e melodias que chamam a atenção do público.
O FENAC é apoiado pela Lei Estadual de Incentivo à Cultura e pela Lei Rouanet.

 

LEMBRANDO QUE AS CIDADES QUE SEDIAM O FENAC, RECEBEM TAMBÉM O 5º FESTIVAL NACIONAL DA CULTURA.

 

Há 5 anos o Festival Nacional da Cultura oferece à população apresentações de arte circense, ópera, música popular, erudita, clássica, instrumental, dança e teatro. A programação é realizada durante todo o dia, nas cidades que recebem o FENAC, maior festival de música do Brasil. Uma forma carinhosa de levar mais cultura para as pessoas. Tudo é oferecido de graça.

 

O Festival conquistou tanto os moradores que a programação esntou definitivamente para o calendário anual de eventos dos municípios.

 

Entre tantos artistas que já se apresentaram no festival, estão; a violinista Diana Mazza, que já fez diversas participações em novelas da Globo, a Família Tiso, com a pianista Maly Tiso, o saxofonista Alex Tiso e o violinista Matheus Tiso, alem do maestro Cassiano Maçaneiro,  espetáculos com o grupo Rasgacêro e o Artêro. Nas apresentações de Daca tivemos performances clássicas apresentadas pelo Ballet Luiz Henrique, contemporâneo pelo Grupo de Dança Marcílio Bastos e as teatrais do projeto “Leitura Adriana Galo Conta Histórias”.

Neste ano, o Festival Nacional da Cultura já passou por Extrema, Formiga, Varginha e Guapé.

Confira a programação 

Sexta 29:

11h – Martin Fernandez – ópera

12h15 – Sofisticanto (Ópera comédia romântica)

13h30 – Projeto de leitura “Adriana Galo conta histórias”

Apresentando: “O grande tesouro da dona baratinha”

14h30 – Ilusionismo e Mágica com Marlon França

15h30 – Grupo de Dança Marcílio Bastos

(dança contemporânea) e Matheus Tiso violino

16h30 – Samuel Martins

 

Sábado 30 

10h30 – Coral projeto renascer e Coral Laroc Lacov

(SUAPI e Conservatório de Três Pontas)

11h – Família Tiso (música instrumental) sax, paino e violino

12h30 – Trio Radiola (música instrumental) acordeon, violão e violino

14h – Dança clássica com Cia de Ballet Luiz Henrique

15h – Samuel Martins (violino)

16h – Martin Fernandez (ópera)

17h15 – Trio Minas de Minas (música clássica)

 

COMPARTILHAR

Comentários