Os vereadores ainda não entraram em um consenso para votar um projeto que costuma ser aprovado sem muitas discussões pelo Plenário da Câmara de Três Pontas. O Poder Executivo solicita mais uma vez, que o Legislativo autorize a Prefeitura, a alugar um barracão de 100 metros quadrados, no valor de R$1,5 mil e colocá-lo em licitação para gerar empregos no Município. A proposta está em discussão desde a semana passada e na sessão ordinária desta segunda-feira (23), também não foi votada. Depois da emenda que o vereador Érik dos Reis Roberto (PSDB) fez, agora foi o vereador Francisco Fabiano Diniz Júnior (Professor Popó – PSL) sugerir outra emenda e acabar com os planos da base de ver aprovada a lei. A inserção foi feita depois de um pedido do líder do prefeito na Câmara, Antônio Carlos de Lima (PSD) e foi acatado pelo próprio presidente Luis Carlos da Silva (PPS), que havia prometido votar esta semana. A emenda apresentada por Érik dos Reis, é na verdade diminuindo a obrigatoriamente no número de empregos, de 12 para 4 empregos. Ela visa dar oportunidade aos pequenos, principalmente àqueles que podem gerar menos empregos, mas ter faturamento mais alto. A alteração foi defendida pelo bloco oposicionista, além do autor, Sérgio e Robertinho se posicionaram favoráveis, mas na votação foi rejeitada. Quando o projeto foi colocado em discussão, Popó surpreendeu até mesmo a base, com mais uma emenda. Ele deseja que todo imóvel que a Prefeitura bancar o aluguel, as empresas beneficiárias fiquem obrigadas a ocupar 10% das vagas com o Menor Aprendiz.  Em seguida, Érik pensou também em determinar que os imóveis tenham o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB). O presidente Luisinho retirou a proposta, de novo da pauta e retornar com a discussão na próxima sessão.

Os projetos que já estavam na pauta, foram aprovados sem muitas discussões. Outro foi inserido a pedido do vereador e secretário da Mesa Diretora Maycon Douglas Vitor Machado (PDT), é que dá uma via do bairro Residencial Santa Tereza II, de “Rua Capitão Geraldo Eugênio de Oliveira”.

Outras duas vias ganharam nome. De Ilma Marinho Santos no bairro Vivendas do Bosque II e de Nair Augusta Pereira Maciente no Santa Tereza II, ambos de autoria do vereador Luisinho. O último foi uma abertura de crédito adicional no Orçamento no valor de R$ 34 mil para pagar indenização de férias-prêmio aos servidores que se aposentam. Todos foram aprovados por unanimidade.

Primeira homenagem póstuma à ex-prefeita Adriene, deve ser no Posto da Vila Marilena

Coelho e Antônio subiram na Tribuna juntos para anunciar no Pequeno Expediente, recursos que serão disponibilizados para fazer a obra

O Pequeno Expediente, quando cada vereador tem cinco minutos cronometrados para falar de qualquer tema, a vereadora Marlene Rosa de Lima Oliveira (PDT) agradeceu o serviço parcial que a Secretaria de Transportes e Obras fez atendendo seu pedido sobre a Praça da Aparecida, em frente a Igreja Matriz. A grama foi aparada, mas os parafusos de dois aparelhos da academia que estão em manutenção continuam trazendo problemas. As crianças da Escola Estadual Cônego José Maria que utilizam o local, estão se ferindo. Marlene contou que havia feito o pedido pessoalmente ao prefeito Dr. Luiz Roberto Laurindo Dias (PSD), mas que ainda não foi completamente resolvido. A vereadora também reclamou da superlotação nos veículos da Secretaria de Saúde que faz o transporte de pacientes às outras cidades. Ela teve informação que alguns chegam a levar seis pessoas, sendo quatro apenas no banco de trás. A legisladora espera que isto seja resolvido.

O líder do prefeito na Câmara vereador Antônio Carlos de Lima (Antônio do Lázaro – PSD) chamou o colega de partido Geraldo José Prado “Coelho” para anunciar uma obra importante e muito aguardada, que foi promessa de campanha da atual gestão. A construção de um novo Posto de Saúde no bairro Vila Marilena. O recurso virá de emenda do deputado federal Diego Andrade (PSD). De acordo com os vereadores, será empenhado inicialmente R$500 mil. Caso não for suficiente, Diego está disposto a colaborar com mais. A unidade ganhará o nome de Adriene Barbosa de Faria Andrade, uma homenagem da ex-prefeita de Três Pontas, que morreu na manhã de segunda-feira, dia 16 de abril.

Coelho (foto) informou que é muito difícil conseguir recursos, se referindo a Diego Andrade, ainda mais por causa do Governo de Minas Gerais que não repassa dinheiro nem para os serviços essenciais como a saúde. O vereador aproveitou seu tempo e também agradeceu a limpeza e revitalização em torno do Estádio no bairro Morada Nova. Ele fez um vídeo cobrando melhorias no local e se diz satisfeito por ser ouvido pelo prefeito. Coelho reivindica melhorias na Praça do Raul que está bastante suja e a limpeza da Avenida Caio de Brito. Nesta via, Coelho diz que a rua está sendo invadida pelo mato e um senhor foi assaltado neste local na semana passada.

O secretário da Mesa Diretora Maycon Machado falou em seguida e disse que espera que a obra do Posto da Vila Marilena realmente aconteça e não demore. Foi uma promessa e vai beneficiar muita gente da Vila Marilena e moradores das adjacências. Ele parabenizou e agradeceu a Administração pela revitalização em torno do Estádio Municipal Nilson Vilela no bairro Morada Nova, fruto do pedido de vários vereadores.

Maycon deixou uma reclamação em relação a Lei do Refis, criada pelo colega Coelho. Moradores estão enfrentando dificuldades para se beneficiar da lei que permite parcelar os débitos com o Município. A morosidade está desde a realização do protocolo e o prazo para resposta beira os 90 dias.

O vereador Roberto Donizetti Cardoso (Progressista), contou que seu filho foi vítima de furto e o caso foi investigado de forma brilhante e ágil, pela equipe da Delegacia de Polícia Civil. Ele destacou a atenção que seu filho recebeu do inspetor Gustavo Domingos e do investigador Rodrigo Alexandre Silva. Robertinho (foto) quer que a Câmara oficie a Polícia Civil pelos trabalhos que vem realizando na cidade.

Sem Grande Expediente a próxima sessão foi anunciada para o dia 03 de maio, quinta-feira por causa do feriado do Dia 1º de maio, Dia do Trabalhador.

COMPARTILHAR

Comentários