Polícia Civil recuperou mais dois sopradores nesta terça-feira, que estão a disposição na Delegacia junto com os outros materiais

A Polícia Civil continua levantando informações e tentando recuperar mais máquinas derriçadeiras de colher café e outros maquinários, além daqueles encontrados na casa de um rapaz na última sexta-feira (09).

Após a divulgação da reportagem feita pela Equipe Positiva, diversas pessoas procuraram a Delegacia de Polícia Civil, informando que tiveram suas propriedades furtadas e muitas delas reconheceram as máquinas apreendidas na residência de Edinaldo Roberto Airton, no bairro Santa Margarida, em Três Pontas. A devolução começou a ser feita nesta terça-feira e a orientação é que as vítimas procurem a Delegacia o mais rápido possível.

Uma das vítimas é o trabalhador rural Sidnei Moreira de 33 anos. A maquininha que ele teve furtada foi a dois anos e ele já tinha perdido as esperanças de encontrá-la novamente. Ele contou que estava apanhando café na lavoura de seu pai, que fica na Fazenda Bananeiras. No dia, ele mais o irmão e outras quatro pessoas fizeram um intervalo para tomar café e ele deixou a derriçadeira em um ‘carreador’, a cerca de 10 metros de onde estavam. Quando foi retomar ao trabalho, poucos minutos depois, a maquininha não estava lá. Sidnei até imaginou que fosse uma brincadeira de seu irmão, mas, infelizmente havia sido vítima de furto.

Na época pensou em algum suspeito, mas não tinha como confirmar nada, e apenas registrou o boletim de ocorrência na Polícia Militar. Quando o trabalhador rural, assistiu a reportagem não acreditou, que depois de tanto tempo estava lá a sua derriçadeira. Durante quase um ano, Sidnei precisou pedir emprestado a máquina do seu pai para trabalhar e há poucos meses teve que desembolsar cerca de R$2 mil para comprar uma nova. Satisfeito com o trabalho feito pela Polícia Civil de Três Pontas, o rapaz agradeceu o empenho da equipe que resultou em ele ter de volta um patrimônio tão importante para o seu trabalho na roça.

Tiago Alessandro Silva Mendonça é administrador de algumas fazendas na zona rural de Três Pontas. Da propriedade Santa Maria foram levadas diversas máquinas e implementos em um furto, realizado a cerca de 20 dias. Na ação, criminosos arrombaram a porta de uma tulha e fizeram a limpa. Ele reconheceu duas das derriçadeiras, como sendo da fazenda. Feliz também com o trabalho da Polícia Civil, Tiago Mendonça orientou as pessoas a registrarem as ocorrências e acreditar na polícia que tem feito um trabalho fundamental na cidade, no combate e repressão ao crime, seja na cidade ou zona rural.

De acordo com a Polícia Civil, o suspeito preso na sexta-feira havia arrendado um pedaço de terra na zona rural de Três Pontas, mas a propriedade estava praticamente abandonada. Através do 197 da Polícia Civil foi feita uma denúncia de que havia nela mais dois sopradores, além do que foi encontrado na casa de Edinaldo Roberto. Na tarde desta terça-feira, os policiais foram até o local e encontraram os sopradores (veja foto abaixo).

Sopradores apreendidos nesta terça-feira. Vítimas devem procurar Delegacia de Polícia Civil
Algumas máquinas de colher café já foram reconhecidas pelas vítimas. Algumas faz tempo que tiveram os materiais furtados. (Foto:Arquivo EP)
COMPARTILHAR

Comentários