Prefeito Marcelo Chaves agradece votação surpreendente e diz que não vai mexer na equipe para o novo mandato

O prefeito eleito de Três Pontas, Marcelo Chaves Garcia (PSD), concedeu sua primeira entrevista coletiva nesta quarta-feira (18), no Plenário Presidente Tancredo Neves, na Câmara Municipal. Durante 60 minutos, o Chefe do Executivo, que vai seguir à frente do Município, abordou temas como campanha eleitoral, atual gestão e planos para o novo mandato, que tem início no dia 1o de janeiro.

Marcelo Chaves foi recebido pelo presidente da Câmara, vereador reeleito Maycon Douglas Vitor Machado (PDT) e estava acompanhado do seu vice Luís Carlos da Silva (PP). Os três ocuparam a Mesa Diretora da Câmara e os membros da Imprensa ocuparam as bancadas dos vereadores.

Extremamente feliz por te’rt47u=047u=recebido 76,90% dos votos válidos na eleição de domingo, Marcelo agradeceu o apoio da população, da Câmara Municipal, da equipe de governo e dos deputados majoritários Diego Andrade (PSD-MG) e Mário Henrique “Caixa” (PV).

Maycon Machado deu as boas vindas ao prefeito eleito, ao vice-prefeito, cumprimentou também o vereador reeleito Roberto Cardoso (DEM), além do vereador eleito Luan do Quilombo (PP), que estavam presentes. Durante a coletiva, o vice Luisinho complementou algumas respostas concedidas por Marcelo aos veículos de imprensa local.

A campanha foi iniciada com um certo atraso, devido à pandemia. Ao iniciar a campanha, o foco foi destacar o que foi realizado na Administração. Foi então uma decisão que deu resultado no pleito?

Sem dúvida nenhuma. A gente não poderia gastar muito, até porque não tínhamos recursos para isto. A população está aprovando a forma como a gente administra a cidade, então tínhamos que seguir na mesma linha. Esta era até uma questão de honra para mim. Conseguimos cumprir tudo o que estávamos pregando e o eleitor soube reconhecer o nosso trabalho.

Com a nova gestão, você pretende mudar sua equipe, como secretários e assessores?

Eu já venho falando isso. Eu não vou mexer, não vou mudar. Tenho sempre colocado que esta equipe deu muito certo, nos ajudou muito, tem feito um trabalho reconhecido. Nossa equipe continua a mesma.

A obra de asfaltamento da estrada do Foguetinho foi importante nesta eleição. Ela visa fomentar a geração de empregos na cidade. Qual a previsão de término desta obra e existem empresas interessadas em instalar em Três Pontas já a partir de 2021?

A previsão de término desta obra é meados do próximo ano, em 2021. Acredito até que ela possa terminar bem antes. Mas este é o prazo. A obra do Foguetinho é estrutural. Ela vai atrair muitas empresas para Três Pontas, muitas vão querer vir fazendo o protocolo de intenções na Prefeitura. Tenho a convicção que vamos gerar muitos empregos por causa desta obra.

Marcelo, e a questão do turismo religioso, ele não deveria ser melhor explorado? Existe a criação da Rota da Fé?

Sim. A Rota da Fé é importantíssima. Nós não podemos pensar no Turismo Religioso somente no dia 23 de setembro, Dia do Padre Victor. Eu e o Alex Tiso, nosso Secretário Municipal de Cultura, Lazer e Turismo estamos trabalhando neste sentido há algum tempo. Firmamos parceria com o Sebrae, onde pegamos carona no trabalho já realizado com a Nhá Chica, até porque eles estão mais adiantados neste sentido. Padre Victor vai virar santo muito em breve e estamos trabalhando na reestruturação do Parque da Mina. A revitalização do local é uma grande conquista da Secretaria de Cultura e da nossa Administração, porque ela custaria R$ 24 mil e nós ganhamos, sem nenhuma contrapartida. Estamos construindo também o Mirante (Morro do Cruzeiro). Eu me sinto orgulhoso destas conquistas e vamos continuar desenvolvendo o Turismo Religioso.

Existe uma tendência de industrialização em Três Pontas com estas obras estruturais que estão sendo realizadas. Mas como fica o apoio às micro e pequenas empresas já instaladas no município?

Recentemente estivemos em Maringá (PR), conhecer o trabalho realizado pelo Conselho de Desenvolvimento Econômico daquela cidade há mais de 20 anos. Foi o primeiro Conselho criado no Brasil há mais de 20 anos e fomos conhecer o seu funcionamento. Firmamos uma parceria e criamos o Conselho em Três Pontas pela importância da industrialização e do apoio ao pequeno e médio empreendedor. Se pegarmos os números do Brasil, as pequenas e médias empresas são a maioria esmagadora e elas terão apoio no meu governo. Elaboramos um plano de apoio e de negócios para estabelecer regras. Tivemos uma pausa neste período eleitoral, mas na próxima semana retomaremos as reuniões junto ao Conselho. Queremos atrair e apoiar os pequenos e médios empresários. Inclusive já solicitei um projeto para fazer um condomínio fechado, com divisões de áreas, no sentido de atender os anseios desta classe. Já estamos trabalhando isso junto ao Conselho e iremos analisar vários pedidos que ficaram parados neste período eleitoral.

Apesar de todas as dificuldades impostas pela pandemia aos municípios do Brasil, o que se viu em Três Pontas foram muitas obras. Qual o cronograma destas obras para o restante do mandato?

Eu falei em uma entrevista sobre o cronograma de obras, inclusive tive que assinar algumas prorrogações de prazo. As empresas tiveram dificuldades com contratação de mão de obra e equipamentos, devido ao aquecimento na construção civil. Todos sabem que existem prazos pré-estabelecidos no setor público. A gente analisa pedido de prorrogação se a empresa solicitar. Mas vamos fechar o ano bem mais adiantado do que a gente esperava. Está indo tudo muito bem. Vamos fechar o ano e fazer a transição prestando contas de tudo, mesmo que não seja necessário, para poder demonstrar como está o município. Este é o último ano de mandato sim, independente da minha eleição. Eu preferi agir desta forma e ano que vem é um novo mandato.

Sobre a polêmica do espaço do Aeródromo. Vai funcionar, não vai funcionar, vai ser utilizado para outros fins. Qual sua intenção?

O Aeródromo é fundamental para Três Pontas. Eu falo que uma cidade que não tem uma boa infraestrutura não atrai indústria. Ele é fundamental para o desenvolvimento de uma cidade, ainda mais de agora em diante. Eu fico muito triste de ver este Aeródromo fechado há tanto tempo. O prejuízo de Três Pontas foi muito grande também por conta disso. E nós vamos sim, reabrir o Aeródromo, o mais breve possível. Estamos tomando alguns cuidados, porque temos que tomar medidas para que não comprometa nem a gestão e nem a qualidade de vida dos trespontanos, principalmente aqueles que vivem no entorno do espaço. E tem também as obrigações legais. Mas vamos reabri-lo em breve.

Prefeito, como o senhor analisa a formação da Câmara Municipal para a próxima legislatura, em sua grande maioria da base do Executivo. Isto vai facilitar o seu trabalho?

Por ter sido vereador e presidente da Câmara, eu conheço muito bem o Legislativo. São poderes independentes, mas tem que haver harmonia pelo bem da cidade. Eu só tenho a agradecer a Câmara porque não tive problemas neste mandato. O Maycon deu um show na presidência, assim como o Luizinho, que era o presidente quando eu tomei posse. Sempre falo com assessores que precisamos ter uma boa relação com a Câmara. É importante ter os projetos votados rapidamente, sem emendas, pelo bem da população. Mas quero estreitar ainda mais o relacionamento com o Legislativo. Precisamos estar afinados para que o resultado do trabalho seja melhor em todos os sentidos.

Luisinho (sobre a formação da nova Câmara):

Nós tínhamos na coligação sete partidos, e decidimos focar em quatro, já que nossa preocupação era também de eleger vereadores e formar uma boa base na Câmara. Sabemos da importância de ter a maioria no Legislativo. E o resultado foi surpreendente, com 9 dos 11 vereadores da coligação. Além de preocupar com a nossa eleição, nós queríamos uma Câmara coesa, sim como aconteceu com esta da atual legislatura.

Prefeito, o que senhor considera como prioridade neste novo governo?

Todos os setores são importantes, mas vou priorizar a Saúde, Educação e Segurança. Vamos fazer um novo Pronto Socorro, melhorando sua estrutura. Continuar apoiando o nosso Hospital, onde existe a espetacular administração do Michel Renan, grande parceiro. Inaugurar o setor de Hemodiálise e a nova UTI, que trará outra visibilidade para a Santa Casa. Vamos implantar a Escola em Tempo Integral no CAIC no próximo ano. Na segurança, trouxemos uma Base de Segurança para a Polícia Militar, com sala de monitoramento, melhoramos o patrulhamento na zona rural, investimentos em áreas que consideramos cruciais.

Especialistas prevêem um 2021 financeiramente difícil para as prefeituras, como reflexo da pandemia. Como o senhor planeja dar sequência ao trabalho diante desta grande expectativa por parte da população?

Sem dúvida, vai ser difícil. Mas dificuldade nunca faltou no serviço público. Digo que o Brasil é um país em desenvolvimento. Temos nossos problemas sim, mas na minha maneira de pensar, estamos caminhando muito bem, pois precisamos gastar bem o dinheiro que existe. Convido as pessoas a acessarem o site e acompanhar estes processos de prestação de contas. O orçamento é pequeno e os recursos precisam ser bem gastos. Na folha reduzimos quase 10 pontos o índice de gastos com pessoal e isto significa R$ 15 milhões por ano. Este dinheiro foi revertido em benefício da população. Mas o importante é usar bem o recurso e buscar parcerias viáveis.

Como o prefeito pretende se relacionar com o Observatório Social do Brasil de Três Pontas, que trabalha na fiscalização de licitações e obras no município?

Vejo o Observatório como um parceiro. Ele vai ajudar a dar publicidade às licitações e poderá atrair mais empresas interessadas. Existem licitações sem fornecedores e isso não é bom, encarece o preço. O OSB pode divulgar a Prefeitura como bom cliente e ajudar o comércio local. A Prefeitura é um cliente de ponta, atualmente paga em dia. O OSB ajuda na fiscalização e na publicidade das contratações do serviço público, além de proporcionar economia. Portanto é muito importante e um grande parceiro para nós.

Sobre a segunda onda do coronavírus, Três Pontas está preparada e a população não relaxou no distanciamento.?

Graças ao Comitê da Covid criado em Três Pontas, nosso município foi destaque no combate à pandemia. A criação dos “laranjinhas” teve o intuito de esclarecer dúvidas, orientar a população e evitar aglomerações. Precisamos continuar seguindo as orientações de saúde, como o uso da máscara, o álcool em gel, respeitar o distanciamento. A parte do esporte, da cultura, precisamos esperar. Nós precisávamos melhorar a estrutura de saúde do município e isto foi feito. Mas os números comprovam que estamos no caminho certo. O achatamento da curva foi muito importante e digo que as pessoas não podem parar de trabalhar. Não justifica fazer um isolamento agora. Então é isso, vamos seguir em frente.

Luisinho (sobre a pandemia):

Este vírus só vai ser eliminado com a vacina. A questão dos laranjinhas era mais no sentido de orientar, um trabalho educativo. Hoje, o comércio de Três Pontas já está preparado para ele mesmo fiscalizar. Eu e o Marcelo conversamos para levar os laranjinhas para as escolas, postos de saúde, a parte da Prefeitura, porque a parte do comércio, a gente já educou os comerciantes. Havia um receio muito grande no início, aquilo que estava acontecendo na Itália. Graças a Deus não aconteceu em nossa cidade. Agora, os casos assintomáticos não vão parar de acontecer, enquanto a vacina não for disponibilizada.

Mensagem final

Luisinho: Agradecer a confiança depositada nesta chapa vitoriosa e pedir a Deus para que Ele possa nos iluminar para quem sabe, fazer um governo histórico para nossa querida Três Pontas. Obrigado a todos e confiem no nosso trabalho!.

Marcelo: Queria agradecer a todos os presentes, em especial ao presidente Maycon, vice Luisinho, a todos os amigos da imprensa, que está sempre informando com qualidade e abrindo espaço para divulgar o nosso trabalho. Obrigado e contem sempre comigo. Robertinho e Luan, Alex, Gil, Tosta. Por fim, um agradecimento todo especial à população de Três Pontas pela forma como fomos recebidos nesta campanha. Obrigado pela votação expressiva na eleição podem ter certeza que já estamos trabalhando para que Três Pontas continue prosperando em todas as áreas. Muito obrigado a todos.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here