A partir desta quinta-feira (28), o Aeroporto Municipal Leda Mello Rezende está oficialmente fechado. A determinação obedece a portaria da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), assinado no dia 04 de fevereiro, pelo Superintendente de Infraestrutura Aeroportuária, Fábio Rabbani. Assim, o tráfego aéreo está encerrado e Três Pontas vai servir apenas de passagem. Isto seria por causa do Centro Municipal de Educação Infantil Dona Anita que foi construído em 2011, a 50 metros da cabeceira da pista de pouso e decolagem, que estaria colocado em risco crianças e funcionários da Creche. O fechamento divide opiniões e gerou um grande debate político, chegou na Câmara Municipal e alcançou inclusive as redes sociais.

Ouvimos a Associação Comercial e Agro Industrial de Três Pontas (Acai-TP) que está enviando um manifesto ao Poder Executivo. Integrando o Conselho Municipal do Turismo, a entidade acredita que o porte que Três Pontas tem hoje, um Aeroporto é fundamental para atrair grandes investimentos e empresas que queiram aportar na Capital Mundial do Café. O Município está na contramão do que vem acontecendo com as cidades. O ideal seria, na opinião do presidente Michel Renan Simão Castro, utilizar a pista que já existe, até a construção de um novo Aeroporto.

ENTREVISTA Michel Renan Simão Castro - presidente da Acai-TP
ENTREVISTA Michel Renan Simão Castro – presidente da Acai-TP

Equipe Positiva – Michel o que pensa a Associação Comercial sobre o fechamento do Aeroporto?

O pensamento da Acai-TP é de que o fechamento dele trará alguma rejeição e dificuldades dos empresários de indústrias maiores em se instalar em Três Pontas. Eles [os empresários] para se deslocarem podem nem ser de avião, mas querem ter esta condição. A cidade já tem um porte em que um Aeroporto é de fundamental importância. As pessoas as vezes questionam o local, mas a Associação Comercial, em debate com a diretoria e seus associados, entendeu que só se poderia sair dali já tendo um outro local pronto e instalado. Nós já temos o nosso posicionamento e como fazemos parte do Conselho Municipal de Turismo, o Comtur, foi nos pedido uma manifestação e já estamos enviando o pensamos sobre isto.

E qual é o posicionamento da Associação?

A Associação Comercial entende que ter um Aeroporto é um facilitador, algo mais para atrairmos empresas. Se ele vier a ser desativado, como parece ser irreversível, que procurem outro local para que lutemos para a construção de um novo Aeroporto. É preciso lembrarmos que temos em Três Pontas, eventos reconhecidos a nível nacional, como a Expocafé e propriamente a Festa do Padre Victor, que tende a ser uma crescente e, muitas pessoas virão a utilizar o Aeroporto, sem falar naquelas que já utilizam. E ainda não temos a confirmação, mas há a questão de que mediante a desativação, uma cláusula de reversão devolve a área para os doadores. É um fator a mais para não deixarmos que isto aconteça. Acho que precisamos usar daquela área que é extremamente nobre para alguma finalidade.

Quais os prejuízos você acredita que o Município ou propriamente o comércio terá com este fechamento?

Em números relativos a faturamento não temos porque ainda não fizemos um levantamento ou mensuramos qual é a quantidade de utilização por parte comercial e empresarial. Porém, nos deixa em condições de inferioridade com algum município que venha pleitear a vinda de uma empresa e será um fator que poderá ser decisivo nesta escolha. A gente tem visto cidades circunvizinhas, como Varginha que já tem vôos regionais, Três Corações querendo também ter esta condição. O tempo hoje é valoroso na vida das pessoas. Se tivermos a oportunidade de irmos a São Paulo, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, em uma hora, uma hora e meia, não tem sentido ficarmos expostos aos inúmeros riscos que a rodovia nos expõe e ainda gastarmos quatro, cinco, seis horas de deslocamento. Hoje Aeroporto é uma tendência, uma necessidade. O Brasil vai mudar e os meios de transporte tende a evoluir e a aviação é um caminho sem volta. Eu vejo que de uma forma bastante ampla, o Município estará perdendo possibilidades de estar atraindo ou recebendo grandes investimentos com este fechamento.

O que a Associação Comercial espera disso tudo?

Esperamos que este “disse, não disse”, seja realmente externado e que tudo fique claro. O que realmente ocorreu, se foi omissão ou não, o que gerou isto, há condições de rever ou reverter esta situação? São perguntas que precisam ser respondidas à população. Que possamos fazer o uso deste Aeroporto que já temos, até que se tenha outro local pronto e disponível.

COMPARTILHAR

8 Comentários

  1. aeroporto em tres pontas? aqui so tinha 2 km de afasto abandonado para agradar meia duzia, ja tinha passado da hora de fechar essa tranqueira que so atrapalha quem mora e trabalha no bairro santana, SI quiser aeroporto em TP tem que fazer em lugar decente.

  2. Que bosta, tem e q tirar esse babaca que ta falando isso qual foi o investimento que tp ta tendo com isso. Só to vendo falta de emprego ai por isso tenho que ir pra vga trampa. Esse aeroporto e bom pra 6 pessoas só e o cara me fala da festa do padre Vitor q o pessoa naum tem dinheiro nem pra comer. E ele ainda fala sobre os voos para bh, SP kkkkk e so ir a vga pegar o voo la e o cara me fala q do tem porte pra ter aeroporto ta deve ser pra ele ir com o jatinho dele ne! Por isso q o pessoal ta mudando pra varginha

  3. O aeroporto de Três Pontas só serve pra recreação de um dois ou três que tem mini-aviões pra fazer barulho aos domingos, fora isso a única atividade que REALMENTE se vale da pista de pouso é a Expocafé, quando alguns poucos aviões descem na pista. Eu sei por que eu moro no Bairro Santana, que fica isolado do resto da cidade em virtude desse “aeroporto” praticamente inativo. Levantar a bandeira do comércio não faz sentido, muito menos falar em atraso. Há anos a estrutura do campo não é melhorada e nem há investimento algum aqui. O terreno poderia ser muito melhor aproveitado se utilizado em prol do Beato da cidade, Padre Vitor, que atrai, todo ano, milhares de pessoas em peregrinação pra cidade. Uma capela própria é um centro de cuidado aos romeiros, uma área reservada pras “barraquinhas” é tudo mais seria bem mais proveitoso em prol da cidade.
    O “aeroporto” – que se aeroporto só tem o nome – não passa de uma obra faraônica e inútil, até o presente momento.

  4. Antes de ter um aeroporto, deveria abrir uma rodovia que ligasse diretamente a Fernão Dias, ou duplicação de Três Pontas até o trevo de Três Corações, isto sim poderia trazer alguns investimentos para a cidade, até porque, a produção de uma empresa se escoa pelas rodovias e não pelos céus. É de rir quando eu li que teremos rejeições de empresários para se instalarem em Três Pontas, como que quando ainda funcionava, aqui era um porto de empresários.

  5. É uma tristeza muito grande, ver uma ideia iniciada pelo meu bisavô, o Sr. Domingos Monteiro de Rezende em 1950, quanto ele tomou a frente em proporcionar um avanço a nossa cidade. Conta os descendentes dele que ele por meio de um leilão de 27 alqueires de parte de suas terras foram disponibilizadas para esse intuito. Como a comunidade na época ainda não acreditava da necessidade de tal benefício, ele praticamente arrematou uma terra que era dele mesmo. Entre indas e vindas de transferência da propriedade entre a prefeitura e o estado de Minas Gerais, onde já chegou a ser fechado uma outra vez, foi reaberto novamente, com a ajuda do Cel. Aviador , já aposentado, Reinaldo Monteiro de Rezende, onde atualmente o aeroporto dava o nome de sua esposa Leda Mello. Com o descaso das autoridades locais em preservar a segurança em torno do aeródromo acabou culminando no seu fechamento depois da construção de uma creche na cabeceira da pista, local esse considerado como área de segurança da pista. Certamente interesses no fechamento estão em jogo em detrimento da continuação do funcionamento do aeródromo. Bom, certamente será mais uma história a ser contada, que Três Pontas está seguindo o caminho contrário ao seu desenvolvimento.

  6. Uai que engraçado ne! Falaram que o aeroporto iria funcionar até dia 28 mais no domingo teve um que pode mais que os outros e tava andando com o seu aviãozinho ou esqueceram de falar pra em que tinha fechado

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here