Uma série de atividades e serviços, foram prestados à população trespontana na Praça Cônego Victor, durante toda a manhã desta quinta-feira (11), em comemoração ao Dia Mundial da Saúde, celebrado em 7 de abril. Neste ano, o Brasil faz um alerta sobre a importância da vacinação e imunização para evitar a volta de doenças já erradicadas no mundo. O tema escolhido pelo país neste ano, se deve ao registro de baixas coberturas vacinais que permitiram o reaparecimento de doenças que já estavam eliminadas no país, como o sarampo.

Com isto, o famoso Zé Gotinha, figura famosa na conscientização das vacinas estava circulando pelo Centro. Com ele, estava o mosquito da Dengue. Ele é bastante temido pelas pessoas, mas, está muito presente na casa de muitos moradores, por causa do descuido com o acúmulo de água parada.

A comemoração realizada pela Secretaria Municipal de Saúde, ganhou apoio e a participação da Unidade B-100 do Sest Senat e a da Unimed. O Sest Senat levou para a Praça da Matriz sua equipe, com o escovódromo, distribuiu orientações nutricionais, sucos detox, salada de frutas, barras de cereais e squeeze personalizado, além de fazer a aferição da pressão arterial. Desde o dia 07 de abril, as equipes técnicas do Sest Senat estão em mais de 70 pontos de concentração de caminhoneiros, como postos de combustíveis, terminais de cargas e centros de distribuição, próximos a rodovias de todos o país. Os motoristas de caminhão estão recebendo atendimentos de saúde bucal, aferição de pressão arterial, aulas de alongamento e orientações para prevenir doenças da coluna.

Eles também terão acesso a informações sobre alimentação saudável e sobre os riscos do uso de álcool e drogas. Com o tema “Quando eu pego a estrada, quem acelera é o Brasil”, a iniciativa tem o objetivo de incentivar os caminhoneiros a cuidar da saúde e da qualidade de vida.

O Sest Senat realizou também blitz’s educativas nas rodovias de Santana da Vargem e Varginha.

Os alunos do curso técnico de enfermagem da ETEC também participaram. A equipe do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), fizeram testes rápidos de sífilis, hepatite e HIV.

COMPARTILHAR