Fotos: Divulgação

 

Os alunos do segundo período do curso de Direito da Faculdade Três Pontas (Fateps), fizeram um grande movimento na manhã de sábado (07), na Praça Tristão Nogueira, para trabalharem um Projeto Interdisciplinar de Curso (PIC).

Eles elaboraram uma cartilha educativa sobre violência doméstica, em razão dos 13 anos da Lei Maria da Penha e distribuiram pelo Centro, além de nas últimas semanas, visitarem escolas públicas de Três Pontas, para um bate papo com os alunos com o intuito de promulgar estas informações.

O projeto, que teve a frente o professor João Paulo Demétrio de Arantes, teve como objetivo promover a responsabilidade social alertando a população quanto à importância da denúncia aos órgãos competentes, além de orientar e esclarecer quais são os direitos que a Lei 11.340 (Lei Maria da Penha) garante às vítimas.

A ação realizada no sábado contou com a parceria de diversas instituições e pessoas que apoiam esta causa. O evento contou ainda com a participação do Grupo Teatral “Arte e Manha”, do Conselho Municipal da Mulher, Centro de Referência Especializado de Assistência Social – CREAS, Dra. Andrea Prósperi e do Professor Júnior Fior. Quem passou pela Praça da Fonte, participou do sorteio de brindes.

Em caso de violência doméstica, os alunos reforçam que qualquer pessoa pode fazer uma denúncia anônima pelo número 180 e o caso será repassado à Delegacia. Será averiguada a situação com todo o cuidado necessário para não prejudicar ou aumentar o risco à vítima. “Amor que dói não é amor…”

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here