O Festival Canto Aberto foi aberto oficialmente nesta quarta-feira, dia 03 de julho, data do aniversário de 162 anos de Três Pontas.

Nesta primeira noite de apresentações na Praça Cônego Victor, foi a vez de mostrar os talentos que estão nas escolas da cidade. Começou com a participação especial da Banda da Apae. Depois as nove bandas das escolas da cidade se apresentaram no palco. Adolescentes e jovens ganham com o festival, a oportunidade de mostrar a capacidade que eles tem e ainda de se apresentar para um grande público.

Praça lotada na primeira noite do Festival Canto Aberto

Isto porque a Praça Cônego Victor ficou lotada e a noite estava agradabilíssima. As cadeiras disponibilizadas em frente ao palco foram insuficientes para tanta gente. Mas ninguém se importou com isto. A escadaria da Matriz Nossa Senhora D’Ajuda serviu de arquibancada, e quem não conseguiu lugar ficou de pé mesmo e até se assentaram no chão.

Durante as apresentações das escolas houveram muitas torcidas. Familiares então fizeram questão de ficarem bem pertinho do palco para ver as perfomances dos artistas que eles tem em casa.

Os jurados avaliaram vários quesitos. Do Coreto, onde estavam confinados sem contato com ninguém, eles tiveram muito trabalho. O apresentador Mauro Marques anunciou logo em seguida, os campões do Festival Canto Aberto, etapa estudantil.

Campeã foi a Escola Estadual Deputado Teodósio Bandeira (foto). A vice foi o Colégio Novo Milênio/Cootec, o terceiro colocado o Colégio Travessia e a Banda Revelação foi da Escola Estadual Cônego José Maria.

A Escola Teodósio Bandeira recebeu troféu. As demais ganharão brindes, oferecidos pelos apoiadores do Festival.

O prefeito de Três Pontas Marcelo Chaves Garcia assistiu ao show junto com familiares, o deputado estadual Mário Henrique “Caixa” e o prefeito de Coqueiral Rossano de Oliveira.

Público canta com Renato Teixeira

Não demorou nada e Renato Teixeira foi anunciado. A primeira atração artística da festa de aniversário da cidade e do Festival Canto Aberto foi um showzaço. Bastante receptivo, o cantor recebeu alguns fãs em um camarim montado pertinho da Praça. Lá ele também falou com a imprensa e contou que vem bastante em Minas Gerais e não é a primeira vez que se apresentava em Três Pontas. Apesar de ter nascido em Santos (SP), ele sente um pouco mineiro e a relação das suas canções tem uma identidade com Minas Gerais.

Sobre o maior sucesso de sua carreira, Renato Teixeira contou que “Romaria” se tornou um clássico sem que ele imaginasse. “Essa música surgiu como todas as outras”, revelou o cantor. Talvez tenha se tornado este sucesso porque retrata a vida do brasileiro, que é um povo romeiro. Ele se sente feliz em ver a sua canção sendo cantada por tanta gente.    

Ao subir no palco, ele conversou sobre sua vida, contou histórias e o público cantou junto com ele, se levantou para aplaudi-lo e quis que Renato Teixeira não terminasse.

A Polícia Militar não registrou nenhuma ocorrência no Festival e a comemoração foi tranquila. Uma unidade do Corpo de Bombeiros permaneceu o tempo inteiro na Praça Cônego Victor.


HOJE – Nesta quinta-feira a partir as 19:30 tem a etapa local do Festival Canto Aberto, com a apresentação das 10 músicas classificadas e a final dos Contos. Em seguida, tem o show do 14 BIS.

“Viva Três Pontas” trará atrações sertanejas

Antes de ser anunciado Renato Teixeira, o secretário municipal de Cultura, Lazer e Turismo Alex Tiso Chaves revelou ao público que as secretarias irão promover no dia 09 e 10 de agosto, o “Viva Três Pontas” no Parque Multi Uso da Mina do Padre Victor. Serão dois dias de shows, com Mateus Becati e Henrique e Diego na sexta-feira e no sábado Bruno Cabral e em seguida Fred e Gustavo. A entrada será de graça.

COMPARTILHAR