Fotos: Denis Pereira - EP

 

Três Pontas completou nesta sexta-feira, dia 03 de julho, 163 anos de emancipação político administrativa. Por causa da pandemia do novo Coronavírus, que impede a realização de festas e eventos por causa da proibição de aglomerações de pessoas, a Prefeitura realizou apenas o hasteamento das bandeiras, no pavilhão em frente a Matriz Nossa Senhora D’Ajuda, na Praça Cônego Vitor, no Centro.

A data não passou em branco, mas foi longe daquilo que a Secretaria de Cultura, Lazer e Turismo esperava. Além dos tradicionais desfiles realizados pelas escolas das redes municipal, estadual e particular de ensino, outras atividades estavam programadas e tiveram que serem canceladas. O local estava vazio, sem público e até com pouco movimento de veículos e pedestres.

Diante da proibição, o presidente da Câmara vereador Maycon Douglas Vitor Machado (PDT) hasteou a bandeira de Minas Gerais, o prefeito Marcelo Chaves Garcia (PSD) a do Brasil e o secretário de Cultura Alex Tiso Chaves a de bandeirra de Três Pontas, enquanto o saxofonista Wander Scalioni e o baterista Helbert Gama tocavam o Hino Nacional Brasileiro. Depois eles tocaram o Hino do Centenário, que se tornou o hino oficial do Município. A cerimônia cívica foi transmitida pelas redes sociais.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here