Um condutor socorrista do SAMU ficou surpreso com a audácia de um ladrão que furtou uma bolsa dele que estava dentro da ambulância.

O profissional estacionou a Unidade de Suporte Básica (USB) na porta do Pronto Atendimento Municipal (PAM) de Três Pontas e entrou com o paciente que necessitava de atendimento médico. Quando retornou alguns minutos depois, não encontrou mais a sua bolsa tática, que estava dentro da ambulância, que tinha dentro objetos pessoais de trabalho, como oximetro, luvas, tesouras e uma quantia em dinheiro.

O material só serve para quem atua na área. Triste com o ocorrido, o socorrista não registrou boletim de ocorrências, mas postou uma mensagem em uma rede social.

Dezenas de pessoas classificaram um absurdo. Ele solicitou que quem fez isto, que devolva a bolsa, entregando na sede do SAMU ou no PAM.

COMPARTILHAR