Neste domingo (29), se completou 15 dias de buscas pelos primos desaparecidos no Lago de Furnas, em Três Pontas. Os garotos de 11 e 17 anos, estão sendo procurados desde o dia 15 de dezembro, quando se afogaram durante a pescaria da família, na região da Prainha, na zona rural do município.

No sábado (28), o Corpo de Bombeiros de Varginha fez novamente buscas por meio de mergulhos, mas a baixa visibilidade e a forte correnteza, dificulta que os corpos sejam encontrados. Segundo o Tenente do Corpo de Bombeiros, Paulo Estevan Catapreta, foram feitos novos mergulhos onde eles poderiam estar e foi feita a retirada de redes e outros objetos que poderiam segurar os corpos.

A partir do quarto dia de buscas, os bombeiros priorizaram as operações visuais, às margens do rio. Eles também procuraram por odores, mas não obtiveram sucesso.

O Corpo de Bombeiros não descarta a possibilidade de os corpos terem seguido a correnteza e estão realizando buscas em um raio de até 20 quilômetros do ponto onde submergiram.

 

Voluntários e pescadores do Distrito do Pontalete retiraram durante a semana passada, toda a vegetação que estava na água, embaixo da ponte. Para fazerem o serviço, eles utilizaram uma máquina que foi colocada na balsa.

Nesta segunda-feira (30), as buscas visuais continuam no 16º dia. Os Bombeiros utilizam barcos e jet ski.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here