A Câmara Municipal aprovou dois itens na pauta de votações na reunião ordinária realizada na noite desta quarta-feira (09). A sessão foi transferida por causa do feriado de 7 de setembro e teve a presença de pouquíssimas pessoas. No Pequeno Expediente, vários vereadores mencionaram na Tribuna, em relação a disputa eleitoral e criticaram postagens e comentários que estão sendo feitos por candidatos que vão disputar uma cadeira do Poder Legislativo, nas Eleições do dia 15 de novembro. Segundo os parlamentares municipais, alguns tentam denegrir a imagem daqueles que cumprem mandato, sem muitas vezes saber as atribuições do cargo.

Na pauta, havia apenas um Requerimento de autoria do vice presidente da Câmara, vereador Antônio Carlos de Lima (Antônio do Lázaro – PSD), que solicita o provedor da Santa Casa de Misericórdia do Hospital São Francisco de Assis, Michel Renan Simão Castro para ir até a Câmara prestar esclarecimentos sobre os recursos para ações e prática de enfrentamento ao Covid-19. O Requerimento já havia sido discutido e votado na semana passada por iniciativa do vereador Geraldo José Prado (Coelho – PSD). Voltou nesta sessão e recebeu o mesmo comentário que o vereador Érik dos Reis Roberto (PDT), havia feito na semana passada. O vereador Sérgio Eugênio Silva (Cidadania), antecipou seu voto contrário, reafirmando que é preciso primeiro pedir os documentos para que sejam analisados por eles e pela assessoria da Câmara. E diante de qualquer dúvidas ou irregularidades em relação aos números, convocariam Michel Renan. Ele completou que o momento não é oportuno, já que estamos no período eleitoral e a Tribuna pode ser usada como palanque político.

Em votação, se convocariam Michel Renan ou não, a decisão foi apertada. Diante dos votos contrários de Sérgio, Érik, Robertinho, Flavão e Marlene, o presidente Maycon Machado teve que dar seu voto, já que foram favoráveis, Benício Baldansi, Coelho, Antônio, Professor Popó e Luisinho.

O vereador Antônio do Lázaro pediu a inclusão na pauta de um projeto de lei do Poder Executivo que havia sido protocolado nesta quarta-feira, no meio da tarde e havia o pedido de votação em carater de urgência. A proposta abre crédito adicional suplementar no Orçamento, no valor de R$378.239,24, sendo R$146.294,12 para manutenção da Secretaria de Saúde, R$231.861,57 de recursos repassados pelo Fundo Estadual de Saúde, visando o aumento de repasse de subvenção para a Santa Casa do Hospital São Francisco de Assis, do pagamento de despesas com reconhecimentos de dívidas dos anos de 2018 e 2019 e R$83,55 de adequação do valor da contrapartida de construção de quadra poliesportiva no bairro Jardim das Esmeraldas.

Sérgio e Érik conversam sobre projeto do Executivo que foi incluso na pauta com urgência

O questionamento do vereador Sérgio, é de que o projeto poderia passar esperar para ser votado na próxima segunda-feira (14), passar pelas Comissões, mas antecipou seu voto favorável. Érik foi bastante claro de que não sabia do que estava sendo votado, que ele não tem conhecimento destas dívidas e quais são. Em votação, apenas Érik votou contrário e o projeto foi aprovado.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here