A Polícia Militar encontrou na noite desta quinta-feira (18), uma caminhonete levada durante um assalto na zona rural de Três Pontas.

Denúncias feitas ao 190, informava que havia uma Fiat Strada abandonada em uma rua do bairro Eldorado. Uma guarnição foi até o local e encontrou o veículo roubado na Rua 10, próximo ao Clube dos 100. A caminhonete foi levada para o pátio credenciado do Detran MG.

Relembre o crime

O roubo teria acontecido em uma propriedade chamada “Invernadinha”, na noite de quarta-feira (17). Um agricultor estava em casa assistindo TV, quando ouviu um barulho vindo da janela do seu quarto. Ao ver o que era, foi surpreendido por vários indivíduos encapuzados, sendo que um deles estava armado com um revólver e os outros com facões. Enquanto parte dos criminosos entraram pela janela do quarto e começaram a vasculhar o imóvel, os outros arrombaram a porta da sala. A vítima foi rendida, amarrada com um cinto e colocada em um sofá. Ele ficou o tempo todo sendo vigiado pelo assaltante que estava armado. Este dizia a todo momento que queria o dinheiro. Anunciou que o grupo era de São Paulo (SP) e que fazia tempo que estavam de olho nele.

O agricultor contou à PM, que havia uma mulher com eles, que o chamava pelo nome e insistia para que ele entregasse os R$30 mil, se não o matariam. Com a recusa dele, o criminoso que estava armado e outros dois, passaram a agredir a vítima, com tapas na cabeça e no rosto. O agricultor acabou reagindo e eles se atracaram. Na confusão, um dos autores deixou cair o capuz que tampava seu rosto, mas antes de ser visto, os comparsas colocaram um saco plástico na cabeça da vítima e tentaram sufocá-lo.

As agressões só terminaram, quando a mulher localizou em um dos bolsos de uma calça que estava em cima da cama, a quantia de R$4 mil, além de um pequeno cofre com várias moedas.

Os criminosos pegaram o aparelho de TV de 32 polegadas, ferramentas, uma máquina de colher café, um soprador, uma motosserra, uma bicicleta e colocaram na carroceria da caminhonete do agricultor e levaram tudo. Antes de fugirem, ainda jogaram ovos no agricultor.

A Polícia Civil investiga o caso, porém, não tem pistas ainda dos suspeitos.

COMPARTILHAR

Comentários