A Secretaria Municipal de Saúde dá início na próxima segunda-feira (07), a Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo. A dose estará disponível em todos os postos de saúde e não há meta de vacinação.

A vacina tríplice viral, que também protege contra caxumba e rubéola, terá foco especial em dois subgrupos. Até o dia 25 de outubro, será realizada a vacinação de todas as crianças não vacinadas, de seis meses a menores de cinco anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias). O dia D, de mobilização nacional, será dia 19.

Já de 18 a 30 de novembro, será a vez de imunizar adultos jovens não vacinados na faixa etária de 20 a 29 anos de idade. Neste caso, o dia D, será em 30 de novembro.

“A vacina é a única medida preventiva e a mais segura. É importante que o esquema vacinal esteja completo, conforme as indicações do Calendário Nacional de Vacinação. Por isso é importante que a população procure sempre atualizar a caderneta de vacinação”, explica a enfermeira coordenadora do Programa de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Três Pontas Lara Miranda Silva. Ela deixa claro que há vacinas suficientes disponíveis em todas as unidades básicas de saúde.

O sarampo

O sarampo é uma doença viral aguda, altamente contagiosa, que cursa com febre, tosse, coriza, conjuntivite e exantema maculopapular. A transmissão do vírus do sarampo é direta, de pessoa apessoa, por meio das secreções nasofaríngeas expelidas pelo doente. O período de incubação compreende de 7 a 21 dias desde a data da exposição até o aparecimento do exantema. O período de transmissibilidade inicia-se cerca de seis dias antes do exantema e dura até cerca de quatro dias após seu aparecimento. A maior transmissibilidade ocorre entre 2 dias antes e 2 dias após o início do exantema. O vírus vacinal não é transmissível.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here