Campanha de vacinação contra o sarampo e a paralisia infantil (Tomaz Silva/Arquivo Agência Brasil)

30

Três Pontas ainda está distante de alcançar a meta de imunização contra a poliomielite. Apenas 89,66% do público alvo foi vacinado, tendo como meta pelo menos 95% das crianças menores de cinco anos de idade. De acordo com o gotômetro do Ministério da Saúde, o município vacinou 2.507 (89,66%), crianças de um total de 2.796. Devido à baixa procura, as campanhas foram prorrogadas até a próxima quarta-feira, dia 04 de dezembro. As crianças na faixa etária de dois anos, é que teve a menor cobertura, com 84,24%. Com 693 para serem imunizadas, apenas 584 doses foram aplicadas.

A coordenadora do programa de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde, Lara Miranda Silva, alerta para a importância de evitar-se o retorno das doenças que são preveníveis. Segundo ela a procura pelas salas de vacinas está muito baixa.“Não se vacinar, além de colocar em risco a própria saúde, coloca em risco também a saúde de seus familiares e de outras pessoas do seu convívio, contribuindo para aumentar a circulação de doenças. Vacinar é prevenir, imunizar e cuidar”.

Todas as salas de vacinação estão abastecidas com as doses para atender a população. Os trespontanos podem se imunizar na Campanha da Multivacinação destinada a crianças e adolescentes de até 15 anos de idade.

A poliomielite

A poliomielite, também conhecida por paralisia infantil, é uma doença contagiosa aguda causada pelo poliovírus, que pode infectar crianças e adultos por meio do contato direto com fezes ou com secreções eliminadas pela boca das pessoas doentes e provocar ou não paralisia.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here