A colheita do café está adiantada na maioria das propriedades rurais da região. A safra é maior, de ciclo alto. De acordo com o diretor técnico-industrial da Cocatrel, Francisco de Paula Vitor Miranda, a expectativa é que 85% do café já esteja colhido e depositado nos armazéns da Cooperativa. O que resta é grande parte que está no chão, o chamado café de varreção, que em alguns cafezais está começando a ser recolhido neste período. A região tem características distintas, como por exemplo a altitude, o que diferencia a colheita antecipada ou tardia em alguns municípios.

“Tem produtor que está começando a varreção, outros que ainda nem iniciaram e têm aqueles que já encerraram”, esclarece Francisco Miranda. Na região de Campos Gerais e do distrito do Córrego do Ouro, a colheita está bem mais adiantada do que em Carmo da Cachoeira, Ilicínea e Guapé, por exemplo, que são regiões mais altas, assim como a região da Serra de Três Pontas. Em todas elas, a Cocatrel tem forte atuação e tem expandido suas estruturas para atender bem ao cooperado.

O diretor técnico-industrial da Cocatrel, Francisco de Paula Vitor Miranda

Em termos de qualidade, 2020 está sendo marcado por uma safra muito boa, ainda mais se comparado a 2019. São grãos de qualidade, de cafés especiais, finos e muito bem pontuados. Um dos fatores deste resultado positivo, se deve ao clima, que ajudou bastante. A florada foi relativamente uniforme ano passado, depois choveu bem durante o decorrer do desenvolvimento dos cafés e, não ter chovido no período de colheita, também ajudou bastante. “Choveu muito em fevereiro, e de março em diante choveu muito pouco, o que favoreceu a colheita e a varreção dos grãos que caíram, garantindo mais qualidade”, ressalta o diretor. Quando chove, os cafés que caem desenvolvem fungos e bactérias que podem atacar os grãos e prejudicar a qualidade.

O ano de 2020 é também especial porque a Cocatrel já bateu seu recorde de recebimento de cafés, que era de 1.600.000, em 2018. Até agora, já são 1.750.000 sacas recebidas. Em um único dia, a cooperativa já recebeu 33 mil sacas. As previsões para este ano demonstram uma expectativa de recebimento de 2.000.000 de sacas, recorde absoluto da história da Cocatrel.

Tudo isso é resultado de uma série de fatores, como o aumento do número de associados, hoje com 6.600, e os bons preços pagos pela cooperativa aos cafés dos cooperados. Os produtores estão ingressando na Cocatrel, não apenas na região de Três Pontas, mas em todas as regiões produtoras de café onde a Cooperativa está investindo e cumprindo seu propósito de estar cada vez mais próxima e eficiente para o cooperado.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here