Dois comerciantes foram presos em Três Pontas neste domingo (28) dno segundo turno das Eleições. Nos dois casos a Polícia Militar recebeu denúncias e ao verificar constatou a irregularidade.

Em um bar na Avenida Oswaldo Cruz, próximo do cruzamento com a Avenida Zé Lagoa, no bairro Peret, as 14:30, uma guarnição encontrou um auxiliar administrativo comprando 15 litrões de cerveja. O cliente disse que havia comprado e pagado R$97,50 pela bebida.

As garrafas adquiridas foram apreendidas. O dono do estabelecimento foi preso, encaminhado ao Quartel da Polícia Militar e depois levado à Delegacia de Polícia Civil.

As 16:30, os policiais militares chegaram até um supermercado que fica na Rua Sebastião Xavier de Brito, no bairro Alcides Mesquita e encontrou com o filho do dono do estabelecimento de 14 anos, vendendo bebidas para três rapazes. Juntos eles haviam comprado 11 latinhas de cerveja e 4 litros da mesma bebida. O dono do comércio afirmou que havia autorizado o filho a vender somente para aqueles que apresentassem o comprovante de votação. O adolescente recebeu voz de apreensão e o comerciante foi preso e ambos foram à Delegacia de Polícia Civil.

Eles foram ouvidos e em seguida liberados.

COMPARTILHAR

Comentários