A sessão ordinária da Câmara Municipal desta segunda-feira (10), teve três projetos do Poder Executivo aprovados e a presença de membros do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Sustentável de Três Pontas (CONDES) e outras autoridades, como do prefeito Marcelo Chaves Garcia (MDB). Este ocupou a Mesa Diretora.

Aproveitando a presença do gestor, o presidente Maycon Douglas Vitor Machado (PDT), falou da necessidade da revitalização das quadras do bairro Aristides Vieira, muito utilizada por atletas de todas as idades e modalidades esportivas. O que ele vem cobrando a várias semanas, o Chefe do Legislativo fez diretamente ao prefeito e ao secretário de Transportes e Obras Maquil dos Santos Silva Pereira. Emendou também um apelo dos moradores do bairro São Francisco onde há anos eles pedem por uma infra estrutura básica como o asfaltamento das ruas. Maycon Machado parabenizou pela abertura da Copa Futsal do Trabalhador, a Vila Vicentina pela sua Quermesse no fim de semana e pelos convites que recebeu para participar das comemorações do Dia Mundial do Meio Ambiente que promoveu uma passeata com as crianças e pela inauguração do reservatório de água tratada no Distrito do Pontalete, reivindicação antiga de moradores e visitantes. Terminou falando da poda de árvores na Avenida Ipiranga e na Avenida Conceição Marinho.

O vereador Sérgio Eugênio Silva (PPS) também parabenizou a Administração pelas comemorações do Dia do Meio Ambiente. Ele participou do evento com as crianças e disse que foi surpreendido com a inteligência delas no que se refere a cuidar da natureza. Falando nisso, o que o deixou triste é ver que as pessoas não mantém limpos locais onde a Prefeitura limpa, retira o lixo e muito entulho. Um dos exemplos, vem do bairro Jardim das Acácias. Sérgio terminou cobrando respeito com os discursos que tem feito durante as sessões. Ele antecipa que não quer divergência em ter que usar da Tribuna para falar dos colegas.

A vereadora secretária da Mesa Diretora Marlene Rosa Lima Oliveira (PDT), enfatizou que a Prefeitura está refazendo a pintura de faixas de pedestres e a sinalização nos bairros. A parlamentar registrou o agradecimento ao deputado federal Dimas Fabiano (PP-MG), em nome do seu assessor Luiz Estevan Tavares Lelo que estava no Plenário, pelo recurso que enviou à Secretaria Municipal de Saúde possibilitando a compra de equipamentos para o Pronto Atendimento Municipal (PAM). O pedido foi feito por ela e pelos colegas Luis Carlos da Silva (PPS), Maycon Machado e Érik dos Reis Roberto (PSDB).

Luisinho também destinou seu tempo para falar da emenda do deputado no valor de R$100 mil. Ela possibilitou a compra de cinco camas, seis poltronas, oito mesas, três máscaras de cpap, quatro berços e um aparelho respirador. O vereador explicou que mais de 20 pessoas já utilizaram este respirador, evitando que fossem internadas na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital São Francisco de Assis (UTI). Ele evita a entubação. Ao prefeito, Luisinho elogiou a compra feita pelos profissionais da Secretaria de Saúde. Antecipou também que o telhado do PAM está sendo trocado e como o serviço vai demorar um pouco, isto pode causar transtornos aos usuários, mas é necessário porque o teto estava correndo risco de cair.

O vice presidente Antônio Carlos de Lima (Antônio do Lázaro – PSD), pediu carinho da Administração com o Distrito do Pontalete, que precisa de mais atenção na sua manutenção. Segundo Antônio, em 2018, o Município recebeu quase R$80 mil de royalties de Furnas que deveriam ser investidos no local. O Distrito já teve dois funcionários e necessita de um para manter a ordem.

O vereador Geraldo José Prado (Coelho – PSD) registrou seus pedidos que foram atendidos; a poda de árvores na Avenida Ipiranga e a melhoria do asfaltamento da Rua Coronel João dos Reis. Depois pediu melhorias em pontes que estão com problemas em comunidades da zona rural. Coelho também pediu ajuda à população quanto a limpeza da cidade. É que a Secretaria de Obras atendeu um pedido dele limpando os fundos do bairro Azarias Campos, mas no dia seguinte estava sujo novamente.

No Grande Expediente, amenizou os problemas que a gestão tem enfrentado, falando das dificuldades e que existem muitas coisas boas acontecendo.

CONDES apresenta levantamento e trabalho realizado

A reunião foi suspensa por 15 minutos para que o vice presidente do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Sustentável de Três Pontas (CONDES) e presidente da Associação Comercial e Agroindustrial, Bruno Dixini Carvalho falasse. Ele protocolou na Câmara Municipal, para apresentar aos vereadores as principais conquistas e atividades desenvolvidas pelos CONDES. A apresentação dele foi acompanhada pelo prefeito Marcelo Chaves que é presidente do Conselho, o consultor da Associação que atua junto ao órgão Juliano Cornélio e o provedor da Santa Casa Michel Renan Simão Castro.

O Conselho foi fundado em 18 de julho pelo Decreto Municipal nº 10.363, com a missão de promover de maneira contínua o desenvolvimento do Município, a partir do levantamento das demandas do Município e por meio da união das entidades representativas e sociedade. É portanto, deliberativo, ou seja tem autonomia para apresentar à Administração Pública projetos que expressam os desejos, às necessidades da comunidade. Do Poder Legislativo integram o Conselho os vereadores Maycon Machado e Benício Baldansi.    

Utilizando a Tribuna, Bruno resumiu as principais ações realizadas que foram muitas, em diversas frentes e entregou apostilas com este resultado. Entre eles, há uma lista de problemas considerados empecilhos para que empresas e indústrias se instalem na cidade. Falando em empregos, o Município possui atualmente 2.100 Microempreendedores Individuais (MEI’s) e 11 mil pessoas empregadas.

Aberturas de créditos aprovados

O prefeito Marcelo Chaves ocupou cadeira na Mesa Diretora durante a sessão

A pauta de votação foi tranquila sem grandes debates. O primeiro foi as abertura de crédito especial para a construção da sede do Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Três Pontas (IPREV), em um terreno de 834,50 metros quadrados, aprovado pela Câmara.

O Poder Executivo pediu e os vereadores autorizaram abrir crédito adicional suplementar, no valor de R$ 380.855,23 para o pagamento de indenização de férias-prêmio aos servidores públicos municipais, bem como para manutenção das atividades da Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos. Érik voltou a falar da sugestão que deu da criação de um fundo, que renderia juros e dividendos para que no fim da carreira de servidor municipal, possa receber o benefício. Condenou que o Estado de Minas Gerais já não paga aos seus servidores, mas no Poder Judiciário juízes e servidores continuam recebendo.

Por último a abertura de crédito adicional especial, no valor de R$ 11.612,83, possibilitando a execução de convênio que foi para recapeamento e pavimentação de vias, com a devolução deste valor ao Governo do Estado de Minas Gerais, possibilitando a devida prestação de contas.

COMPARTILHAR