O novo pároco é o Cônego José Douglas Baroni de 42 anos, e padre a 15. Ele asume o comando no lugar de Padre Ednaldo Barbosa

 

A Diocese da Campanha, deu posse na sexta-feira (25), ao novo pároco da Paróquia Nossa Senhora D’Ajuda. Cônego José Douglas Baroni e o novo vigário paroquial padre Ivan de Souza Carvalho tiveram a posse canônica celebrada pelo bispo diocesano Dom Pedro Cunha.

A cerimônia na Matriz contou com a participação de padres e seminaristas. Cônego Douglas tem 42 anos de idade, é padre há 15. Nasceu em Varginha, mas tem laços familiares nas fazendas Pitangueiras e Esmeraldas, zona rural de Três Pontas. Tem duas irmãs, Daniela e Mariana. Esta última mora em Varginha com sua mãe, Dona Maria José Baroni. Seu pai, José Baroni faleceu em 2006. Sua avó, mãe da sua mãe, Alice Cardoso Baroni, nasceu na Fazenda Pitangueiras, em Três Pontas.

O sacerdote entrou no Seminário de Três Corações com 16 anos. Depois foi para Campanha onde estudou Filosofia e depois em Pouso Alegre fez Teologia. Foi ordenado por Dom Diamantino, hoje, bispo emérito da Diocese da Campanha.

É formado em Direito Canônico, fez faculdade para Crisma e Posse, é vigário geral da Diocese da Campanha, cargo abaixo do Bispo e por isto pode substituí-lo, celebrando o sacramento da Crisma e dar posse a outros sacerdotes, assim como fez com padre José Rodrigo Pereira, que assumiu a administração paroquial da Paróquia Cristo Redentor, no bairro Catumbi.

O Cônego veio da terra de Nhá Chica, da Paróquia Santa Maria em Baependi. Durante 8 anos presidiu todos os trabalhos da beatificação da Beata. Antes passou pelas cidades de São Lourenço e Caxambu.

Sua primeira entrevista, antes mesmo de assumir foi concedida à Equipe Positiva. No Escritório Paroquial, Cônego José Douglas, disse que ficou contente com a nova missão dada a ele por Dom Pedro, na Terra de Padre Victor. Desde criança ele diz que sempre nutriu uma devoção muito grande ao sacerdote que ele agora é seu sucessor. Ele participava das festas do Beato Padre Victor junto com seus pais.

Ficou contente com a nova missão dada a ele por Dom Pedro, na Terra de Padre Victor, desde criança sempre nutriu uma devoção muito grande ao sacerdote que ele agora sucedesse e vinha com os pais na sua festa em setembro. Sua avó, mãe da sua mãe, nasceu Alice Cardoso Baroni, nasceu na Fazenda Pitangueiras, em Três Pontas. “Me sinto feliz e honrado em poder ser o guardião de mais um Beato”, afirmou o religioso, que acrescentou que a padroeira Nossa Senhora D’Ajuda lhe ajudará nos grandes desafios que a missão reservará.

O Cônego está cheio de projetos e planos para serem colocados em prática, mas neste momento está observando tudo e com o tempo as devidas mudanças e transformações irão acontecer.  O novo pároco se colocou a disposição da comunidade e das pessoas que podem ter acesso livre a ele. Na terça-feira da semana passada quando chegou na cidade, celebrou uma missa sozinho e silenciosa, diante do altar do Beato Padre Victor. Nesta celebração reservada e particular, que foi marcada pela emoção, ele pediu pelas três paróquias de Três Pontas, pelos devotos, romeiros e peregrinos do Anjo Tutelar da Cidade.


ASSISTA A ENTREVISTA

 

https://www.facebook.com/equipepositivatp/videos/374371646450438/
COMPARTILHAR